Campos Neto: BC está preparado para fazer atuação maior no câmbio

"Há uma política para evitar excessos e alinhar o câmbio", afirma

Tribuna da Bahia, Salvador
08/04/2020 14:33 | Atualizado há 16 dias, 4 horas e 7 minutos

   
Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse hoje (8) que o câmbio é flutuante (definido pelo mercado), mas existe uma política para evitar excessos. Ele afirmou ainda que o BC está preparado para fazer atuação maior, a qualquer momento, se for necessário.

“Existe uma política para evitar excessos, alinhar o câmbio e estabilizar os mercados”, disse em transmissão ao vivo pela internet promovida pelo banco Credit Suisse. Ele acrescentou que o BC tem “arsenal bastante grande” para atuar no mercado de câmbio. “Parte do mercado advogava fazer programas mais agressivos para o câmbio, nós sempre entendemos que era importante dar liquidez, não influenciar a trajetória de preço, mas sempre olhando o real em relação a outras moedas. Nós temos um arsenal bastante grande. Entendemos que o real desvalorizou muito e um pouco mais em relação a outras moedas. Estamos preparados a qualquer momento para fazer uma coisa maior, se for necessário, no câmbio, mas entendemos que o câmbio é flutuante”, afirmou.

Medidas

Campos Neto disse ainda que houve críticas de que as medidas adotadas para o enfrentamento da crise gerada pela pandemia de covid-19 teriam sido demoradas. Entretanto, ele afirmou que comparado a outros países, como os Estados Unidos, isso não é verdade. “E o impacto também das medidas, se considerar o que o Brasil fez em termos de liquidez e capital, 16,7% do PIB [Produto Interno Bruto], não tem nenhum outro país emergente que tenha feito nada parecido. Quando pega a potência fiscal, em termos de dinheiro novo, o Brasil está um pouco acima de mercados emergentes”.

Contratos

Campos Neto disse que tem enfatizado a importância de cumprimento de contratos, como aluguel e crédito, por exemplo. “A crise com interrupção nos contratos se torna muito mais aguda, com uma demora na recuperação muito maior. Tivemos indício de quebra de contrato, tentativa de quebra de contrato de energia, alugueis. A parte de [crédito] consignado, que não faria nenhum sentido porque o consignado está ligado em grande parte a um servidor [público] que tem estabilidade, não vai ter o salário afetado. Do ponto de vista do governo, é melhor ter um fiscal um pouco pior e ter a certeza de que todos os contratos são cumpridos”, acrescentou.

Impacto na economia

O presidente do BC afirmou que o impacto da crise na economia brasileira vai depender do tempo de duração do distanciamento social. “É um vírus que tem letalidade muito baixa, mas a contaminação é muito alta. E tem obviamente os trade off [prós e contra de uma decisão] entre ter uma curva mais acelerada [aumento dos casos da doença] e criar uma imunidade e o custo econômico. O Banco Central não entra na discussão dessas escolhas. A gente entende que é uma política de governo”.

“O que dá para fazer é tentar passar credibilidade para as pessoas de que o governo vai ajudar. O governo não vai deixar nenhuma ruptura, vai olhar os setores mais prejudicados. O governo não quer promover vencedores e perdedores, quer que todos sejam vencedores. [Mas] alguns nessa crise vão ser perdedores, vão ter mais impacto do que outros. O governo vai tentar fazer com que isso seja da forma mais linear possível”, afirmou Campos Neto.

Ele acrescentou que uma queda na economia este ano é quase certa. “Talvez as próximas duas ou três semanas sejam as mais importantes no sentido de ver como vai se comportar”.

Campos Neto destacou que o momento é de união. “É um momento muito difícil. Nós precisamos de unidade. Alguns elementos que causaram dificuldades adicionais foram internos - às vezes desorganização entre estados e municípios e o governo federal, às vezes ruídos gerados pela própria coordenação, que é difícil. Mas o momento é de união. O trabalho tem sido bastante intenso”, disse.

Geopolítica

O presidente do BC afirmou também que passada a crise, a geopolítica vai ficar “bastante diferente”, o que pode ser prejudicial para países emergentes. Segundo ele, haverá maior distanciamento do mundo desenvolvido em relação aos países emergentes. “Os países emergentes estão muito inseridos nas cadeias globais de valor”. Campos Neto destacou que, nos últimos anos, grande parte do crescimento dos emergentes ocorreu com base na especialização na produção. Ele citou equipamentos médicos produzidos por países asiáticos.

De acordo com o presidente do BC, depois da crise os países desenvolvidos podem passar a produzir bens, que antes eram importados das nações em desenvolvimento. “Se você tiver país desenvolvido tendo que voltar a produzir bens que já não tinha vantagem comparativa, provavelmente a gente está numa situação de um crescimento estrutural mundial mais baixo por tempo maior”, disse.

Compartilhe       

 




Notícias Relacionadas

ECONOMIA | 21/05/2020 06:30 - Há 3 dias, 12 horas e 10 minutos
Dificuldade de acesso a crédito emergencial piora cenário para empresas
O Sebrae aponta que cerca de 80% dos pequenos negócios não conseguiram nenhum tipo de crédito com os bancos

ECONOMIA | 19/05/2020 10:10 - Há 5 dias, 8 horas e 30 minutos
Para empresários, 'pandemia política' no Brasil atrasa retomada da economia
Sem ministro definido e um plano para enfrentamento da pandemia, surgem dúvidas sobre o ritmo da retomada da economia e quando investir

ECONOMIA | 18/05/2020 06:30 - Há 6 dias, 12 horas e 10 minutos
'Quem me conhece sabe que eu sou duro na queda', diz Guedes
Apesar dos sinais de que passa por um processo de "fritura", Guedes não parece convencido de que chegou a hora de deixar o governo

ECONOMIA | 15/05/2020 09:30 - Há 9 dias, 9 horas e 10 minutos
Caixa diz que 2ª parcela do auxílio emergencial sai na semana que vem
Anúncio foi feito durante transmissão ao vivo, ao lado do presidente Jair Bolsonaro. Banco passou duas semanas sem liberar parcela de R$ 600 a famílias mais afetadas pela pandem

ECONOMIA | 14/05/2020 13:39 - Há 10 dias, 5 horas e 0 minutos
''Vai faltar dinheiro para pagar o servidor público'', diz Bolsonaro
O presidente ainda se dirigiu aos líderes estaduais pedindo que repensem as atitudes de enfrentamento ao vírus


ECONOMIA | 14/05/2020 09:30 - Há 10 dias, 9 horas e 10 minutos
Governo vê tombo recorde de 4,7% para PIB este ano e retorno a nível pré-crise só em 2022
Nas contas da Secretaria de Política Econômica, a recomposição para valores pré-crise, de dezembro de 2019, virá somente em 2022

ECONOMIA | 12/05/2020 12:38 - Há 12 dias, 6 horas e 2 minutos
Auxílio emergencial poderá durar mais que três meses, diz secretário
Benefício poderá ser mantido ou desmontado gradualmente

ECONOMIA | 10/05/2020 06:50 - Há 14 dias, 11 horas e 50 minutos
Guedes defende preocupação de Bolsonaro com a economia
O ministro disse que o Brasil é como um pássaro que vai precisar de duas asas para voltar a voar depois da crise: a asa da saúde e a asa da economia

Mais sobre

ECONOMIA | 10/05/2020 06:50 - Há 14 dias, 11 horas e 50 minutos
Mega-Sena, concurso 2.260: ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 90 milhões
Veja as dezenas sorteadas: 12 - 14 - 34 - 35 - 37 - 47

ECONOMIA | 05/05/2020 14:14 - Há 19 dias, 4 horas e 26 minutos
Benefício de preservação de emprego pode ser visto na carteira digital
Instrumento foi criado para reduzir efeitos da covid-19 na economia

ECONOMIA | 02/05/2020 06:50 - Há 22 dias, 11 horas e 50 minutos
Calendário da 2ª parcela do auxílio emergencial sai na próxima semana
A informação é do presidente da Caixa, Pedro Guimarães

ECONOMIA | 02/05/2020 06:50 - Há 22 dias, 11 horas e 50 minutos
Caixa: total de cadastros para auxílio emergencial de R$ 600 chega a 96,9 milhões
De acordo com o presidente da Caixa, 80% dos beneficiários foram até a agência sacar e apenas 20% fizeram transferência ou pagamentos digitais

ECONOMIA | 02/05/2020 06:50 - Há 22 dias, 11 horas e 50 minutos
Indústria de transformação é a que mais sofre com a pandemia
“É a indústria de transformação sim, a que mais sofre com o coronavírus. O setor industrial, assim como toda a economia, será afetado de uma forma geral pela pandemia", diz o presidente da FIEB Ricardo Alban

ECONOMIA | 30/04/2020 14:06 - Há 24 dias, 4 horas e 34 minutos
Guedes: corte de salários deve atingir 5 milhões de pessoas nesta quinta
A medida permitiu a alteração das regras trabalhistas por três meses, durante a pandemia de Covid-19

ECONOMIA | 29/04/2020 14:19 - Há 25 dias, 4 horas e 21 minutos
Ajuda a estados e municípios será de R$ 130 bilhões, diz Guedes
O ministro disse que esse dinheiro "não pode virar aumento de salário"

ECONOMIA | 27/04/2020 15:20 - Há 27 dias, 3 horas e 20 minutos
''Servidor não pode ficar em casa com a geladeira cheia, enquanto milhões perdem o emprego'', diz Guedes
Ministro da Economia voltou a defender o congelamento salarial do funcionalismo nesta segunda-feira

ECONOMIA | 22/04/2020 11:22 - Há 2 dias, 7 horas e 18 minutos
Receita: arrecadação de R$ 109,7 bilhões em março é a menor desde 2010
Queda é de 3,32%, informa a Receita Federal

ECONOMIA | 15/04/2020 17:01 - Há 9 dias, 1 hora e 39 minutos
Confiança do empresário industrial tem queda sem precedentes, revela CNI
O recuo, conforme a entidade, "traduz o cenário atual de forte contração na atividade e elevada incerteza em razão da pandemia da covid-19"

ECONOMIA | 14/04/2020 13:58 - Há 10 dias, 4 horas e 42 minutos
Covid-19: governo cria grupo para coordenar recuperação econômica
Grupo de trabalho terá duração de 90 dias

ECONOMIA | 14/04/2020 13:53 - Há 10 dias, 4 horas e 47 minutos
Especialista em Direito Previdenciário responde perguntas frequentes sobre o auxílio emergencial
A professora Anna Carla Fracalossi da Faculdade Baiana de Direito e Gestão responde 15 perguntas mais frequentes para ajudar o usuário a conhecer todos os seus direitos sobre esse pagamento

ECONOMIA | 13/04/2020 09:50 - Há 11 dias, 8 horas e 50 minutos
Receita regulariza 11 milhões de CPFs com pendências eleitorais
Ter CPF regular é pré-requisito para receber auxílio emergencial

ECONOMIA | 12/04/2020 11:20 - Há 12 dias, 7 horas e 20 minutos
Guedes oferece R$ 40 bi para barrar pauta ‘bomba’
O governo vai encaminhar aos líderes dos partidos da Câmara e do Senado uma proposta de acordo para transferir até R$ 40 bilhões de recursos diretos para Estados e municípios enfrentarem a covid-19

ECONOMIA | 11/04/2020 07:00 - Há 13 dias, 11 horas e 40 minutos
Coronavírus pode levar 500 milhões de pessoas para a pobreza
Alerta é da Oxfam, entidade da sociedade civil que atua em 90 países

ECONOMIA | 10/04/2020 11:00 - Há 14 dias, 7 horas e 40 minutos
Em março, IBGE estima crescimento de 5% da produção de grãos na Bahia para 2020
As informações, divulgadas ontem (9), foram sistematizadas e analisadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan)

ECONOMIA | 09/04/2020 13:48 - Há 15 dias, 4 horas e 52 minutos
Receita regulariza CPFs com pendências para pagamento de auxílio
Serão regularizadas pendências eleitorais

ECONOMIA | 08/04/2020 09:53 - Há 16 dias, 8 horas e 47 minutos
Governo publica MP que autoriza novos saques do FGTS a partir de junho
Saques de até R$ 1.045 de contas ativas e inativas ocorrerão entre 15 de junho e 31 de dezembro. Medida tem validade imediata, mas precisa de aprovação do Congresso

ECONOMIA | 07/04/2020 13:11 - Há 17 dias, 5 horas e 29 minutos
É hora de tomar risco e fazer coisas para dinheiro chegar na ponta, diz Mansueto
O secretário participou de uma live organizada pelos jornais O Globo e Valor Econômico, da qual participam também a empresária do Magazine Luiza e a economista e consultora Zeina Latif

ECONOMIA | 07/04/2020 13:08 - Há 17 dias, 5 horas e 32 minutos
Pagamento de R$ 600 a trabalhadores informais deve começar na quinta-feira, diz governo
Primeiros a receber deverão ser os que estão no Cadastro Único, não recebem Bolsa Família e têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal. Quem não está inscrito precisa fazer isso via aplicativo de celular ou site

ECONOMIA | 07/04/2020 06:30 - Há 17 dias, 12 horas e 10 minutos
Braskem registra Ebitda de R$ 5,9 bilhões e geração líquida de caixa de R$ 3 bi em 2019
A Braskem mostrou resiliência diante do ciclo de baixa no cenário petroquímico global e fechou o ano de 2019 com Ebitda recorrente de R$ 5,9 bilhões

ECONOMIA | 06/04/2020 15:00 - Há 18 dias, 3 horas e 40 minutos
Crédito para folha de pagamento já está disponível nos bancos
Programa foi regulamentado hoje (6) pelo Conselho Monetário Nacional

ECONOMIA | 06/04/2020 06:30 - Há 18 dias, 12 horas e 10 minutos
Guedes reconhece que dinheiro está empoçado nos bancos e sinaliza mais medidas
Em videoconferência na tarde do sábado, 4, com representantes do setor de varejo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, admitiu que os recursos estão "empoçados no sistema financeiro"

ECONOMIA | 06/04/2020 06:30 - Há 18 dias, 12 horas e 10 minutos
Paulo Guedes afirma que governo "mudou eixo da economia"
Orçamento destinado à assistência social superou verbas de ministérios

ECONOMIA | 30/03/2020 14:52 - Há 24 dias, 3 horas e 48 minutos
Contribuintes já entregaram mais de 8,1 milhões de declarações do IRPF
De acordo com a Receita Federal, o prazo final é 30 de abril

ECONOMIA | 30/03/2020 14:41 - Há 24 dias, 3 horas e 59 minutos
CNI reúne ações de empresas de apoio ao combate à covid-19
Iniciativas são articuladas com os governos estaduais e as prefeituras

ECONOMIA | 30/03/2020 14:39 - Há 24 dias, 4 horas e 1 minuto
Déficit nas contas públicas pode superar R$ 350 bi este ano
Resultado é pela pressão forte do lado da despesa e arrecadação

ECONOMIA | 30/03/2020 10:05 - Há 24 dias, 8 horas e 35 minutos
'Como cidadão, quero ficar em casa e fazer o isolamento', diz Paulo Guedes
Ministro da Economia disse que, 'como economista', gostaria de ver a produção ativa. Ele lembrou que a recomendação da área da Saúde, diante da crise do coronavírus, é manter o isolamento social

ECONOMIA | 28/03/2020 10:50 - Há 26 dias, 7 horas e 50 minutos
BC poderá pedir justificativa se bancos negarem crédito
Pequenas e médias empresas têm linha para financiar folha de pagamento

ECONOMIA | 27/03/2020 13:27 - Há 27 dias, 5 horas e 13 minutos
Área agrícola do Brasil cresceu 3,3% em dois ano
Municípios de Mato Grosso, Maranhão e Pará lideram expansão da agricultura, especialmente da soja, sobre florestas e pastagens