“O país precisa retomar o mais rápido possível as atividades econômicas”

Ricardo Alban defendeu em entrevista à Tribuna que o país precisa retomar o quanto antes as atividades econômicas

Tribuna da Bahia, Salvador
01/06/2020 09:30 | Atualizado há 4 dias, 4 horas e 52 minutos

   
Foto: Angelo Pontes/Coperphoto/Sistema Fieb

Por: Guilherme Reis - Editor de Política e Paulo Roberto Sampaio - Diretor de Redação


O presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), Ricardo Alban, defendeu em entrevista à Tribuna que o país precisa retomar o quanto antes as atividades econômicas, seguindo os protocolos e medidas de segurança contra o coronavírus sugeridas pelas autoridades sanitárias. Na sua avaliação, a pandemia “provocou a pior crise econômica dos últimos tempos”, exigindo estratégias para minorar seus efeitos negativos. “[...] o país precisa retomar o mais rápido possível as atividades econômicas, observando-se as novas regras de segurança sanitária (distanciamento, uso de máscaras, higienização das mãos, etc.), que todos nós precisamos obedecer sob pena de comprometermos nossa saúde e a de nossa família. Entendemos que o momento é de se estabelecer uma política clara de retomada da economia”, disse.

De acordo com Alban, as pequenas empresas têm sido as mais prejudicadas pela pandemia, já que possuem maior dependência do mercado interno. “As grandes, que têm como escoar sua produção no mercado externo, não apresentaram uma queda expressiva da oferta ou até mesmo conseguiram expandir a produção, a exemplo dos segmentos de Refino, Papel e Celulose e algumas empresas da Petroquímica. Já os segmentos que dependem mais do mercado interno estão tendo impacto maior, como as empresas produtoras de calçados, bebidas, de veículos, metalurgia, produtos minerais não metálicos, além da indústria da Construção Civil”, avaliou.

E afirmou que ainda não dá para saber quando o país vai voltar à normalidade. “Ainda não é possível saber quando a economia voltará à normalidade. Espera-se que haja relaxamento do isolamento social no segundo semestre, mas os impactos ainda serão intensos na economia, que demora em reagir. Com o relaxamento e os efeitos positivos das medidas governamentais compensatórias, os impactos negativos devem começar a perder força no último trimestre deste ano”, projetou.

Por fim, Alban avalia que a crise ajudará a produzir mudanças em aspectos que passam pelos locais de trabalho até a segurança dos funcionários. “Muitas empresas e organizações já estão adotando novos protocolos e medidas de flexibilização do trabalho, com maior uso do home office, por exemplo, ou novos layouts de chão de fábrica, garantindo mais segurança para os trabalhadores. As mudanças vão precisar de base jurídica-legal, sobretudo com a negociação da jornada de trabalho e salários”, pontuou.

Tribuna- Qual é a sua percepção sobre a crise atual provocada pelo novo coronavírus?

Ricardo Alban – A pandemia provocou a pior crise econômica dos últimos tempos, afetando países, estados e cidades. E como ainda não há uma previsão para o seu fim, uma vez que ainda não temos um mecanismo capaz de controlar absolutamente a Covid-19, só podemos fazer previsões. O que já podemos constatar é a queda brusca do consumo, produção e emprego, além de enorme prejuízo para as contas públicas.

Tribuna - Faz 3 meses que o coronavírus chegou ao Brasil. Como a indústria na Bahia tem sentido os efeitos do isolamento social e das medidas restritivas adotadas pelo governo? Qual o prejuízo estimado?

Ricardo Alban - Em função da paralisação parcial ou total de atividades, já se percebe uma forte retração econômica na Bahia. Na indústria local, esta redução está estimada em 5,5%, representando uma perda aproximada da ordem de R$ 3,7 bilhões. Em relação à redução dos postos de trabalho, estima-se uma perda de cerca de 31 mil empregos.

Tribuna - Quais os setores da indústria que mais sofreram perdas e levarão mais tempo para se recuperar?

Ricardo Alban - Para responder esta pergunta, é preciso considerar o porte da empresa, que é um aspecto fundamental para se analisar as consequências da crise. As grandes, que têm como escoar sua produção no mercado externo, não apresentaram uma queda expressiva da oferta ou até mesmo conseguiram expandir a produção, a exemplo dos segmentos de Refino, Papel e Celulose e algumas empresas da Petroquímica. Já os segmentos que dependem mais do mercado interno estão tendo impacto maior, como as empresas produtoras de calçados, bebidas, de veículos, metalurgia, produtos minerais não metálicos, além da indústria da Construção Civil.

Tribuna - O que fazer para que as indústrias menores tenham mais acesso a crédito?

Ricardo Alban - As pequenas e médias indústrias, que já contam com pouca infraestrutura e dificuldade de acesso ao crédito, operam no limite da sobrevivência. Até então, as linhas de crédito não estão chegando aos pequenos e muitos poderão encerrar suas atividades. É preciso o sentido de urgência e flexibilidade com a burocracia para atender estes empresários.

Tribuna - A oferta crédito e de ajuda governamental é muito desigual para as diferentes regiões do país?

Ricardo Alban - As diferenças existentes se devem, em realidade, às enormes desigualdades regionais do país em termos socioeconômicos, o que acaba afetando expressivamente a distribuição dos referidos indicadores. Ou seja, a oferta de crédito termina sendo mais utilizada nas regiões mais desenvolvidas, que possuem nível de atividade econômica mais forte. E as ajudas governamentais de cunho assistencialista, a exemplo do Bolsa Família, são mais demandadas nas regiões Norte e Nordeste.

Tribuna - Quanto tempo a indústria vai levar para se recuperar?

Ricardo Alban - Ainda não é possível saber quando a economia voltará à normalidade. Espera-se que haja relaxamento do isolamento social no segundo semestre, mas os impactos ainda serão intensos na economia, que demora em reagir. Com o relaxamento e os efeitos positivos das medidas governamentais compensatórias, os impactos negativos devem começar a perder força no último trimestre deste ano.

Tribuna - No que se refere a medidas contra a pandemia, o que tem agradado mais a indústria?

Ricardo Alban - Devemos valorizar o exemplo que tanto o governador da Bahia como o prefeito de Salvador estão dando ao Brasil de convergência e trabalho em conjunto para a superação de uma crise que afeta a todos. Portanto, o que todo e qualquer brasileiro deseja que todos os poderes públicos, inclusive o governo federal se alinhe ao mesmo espírito.

Tribuna - Por falar nisso, qual a sua avaliação do governo do presidente Jair Bolsonaro até agora, principalmente nesse período de crise agravada pelo coronavírus?

Ricardo Alban - Como todos sabem a nossa instituição não possui qualquer posição político-partidária. Nosso trabalho vai na direção de buscar a melhoria do ambiente econômico, que se deparou com essa inusitada crise de saúde. Teremos consequências econômicas e sociais, para as quais não podemos ter uma crise política que agrave essa situação. O que, certamente, todo o setor produtivo e a sociedade desejam é que possamos ter muito menos embates e muito mais convergências.

Tribuna - Como a indústria tem lidado com a alta do dólar? Quais os impactos disso?

Ricardo Alban - A economia brasileira já convive há bastante tempo com o regime de câmbio flutuante, de modo que as empresas aprenderam a conviver com as flutuações. Evidentemente, as empresas industriais prefeririam uma maior estabilidade na cotação do dólar, para efeito de previsibilidade de gestão. Mas, em virtude do momento completamente atípico que o mundo e o país estão vivendo, não há muito o que se fazer a não ser lidar com a alta verificada do dólar. O efeito imediato sobre as empresas é claro: aumento substancial dos custos dos insumos e produtos importados, com enorme dificuldade de se repassar os preços ao consumidor. Em contrapartida, as empresas exportadoras se beneficiam por receberem mais reais, por cada venda externa realizada. Desse modo, a valorização do dólar frente ao Real pode acabar estimulando o comércio exterior brasileiro.

Tribuna- Que estratégias precisam ser pensadas para atravessarmos esse momento?

Ricardo Alban - Algumas empresas têm direcionado parte da sua produção para o mercado externo, enquanto outras têm conseguido realizar a reconversão industrial, adequando sua plataforma de produção para atender demandas relacionadas ao combate da pandemia, a exemplo dos segmentos de saneantes e cosméticos, que investiu na produção de álcool gel, e vestuário, que está fabricando máscaras. Mas o fato é que o país precisa retomar o mais rápido possível as atividades econômicas, observando-se as novas regras de segurança sanitária (distanciamento, uso de máscaras, higienização das mãos, etc.), que todos nós precisamos obedecer sob pena de comprometermos nossa saúde e a de nossa família. Entendemos que o momento é de se estabelecer uma política clara de retomada da economia.

Tribuna - Quais as mudanças mais significativas tudo isso que estamos vivendo trará para indústria e a economia?

Ricardo Alban - Muitas empresas e organizações já estão adotando novos protocolos e medidas de flexibilização do trabalho, com maior uso do home office, por exemplo, ou novos layouts de chão de fábrica, garantindo mais segurança para os trabalhadores. As mudanças vão precisar de base jurídica-legal, sobretudo com a negociação da jornada de trabalho e salários. No âmbito do negócio, as vendas pela internet passaram a ser realidade, assim como a redução dos custos operacionais. A crise também evidenciou a necessidade de maior participação do Governo em momentos de crise e a dependência da indústria nacional de outros países quanto à insumos, peças e processos. Precisamos tornar a indústria brasileira mais sustentável.

Tribuna - O que o setor industrial tem cobrado dos governos nesse momento? Como tem sido o diálogo?

Ricardo Alban - Como regra geral, pode-se dizer que a indústria produz bens essenciais, sejam produtos ligados à saúde diretamente, sejam alimentos ou outros itens sem os quais a sociedade não pode passar muito tempo. Assim, temos acompanhado atentamente todas as medidas determinadas pelo poder público, em seus diferentes níveis, a fim de viabilizar a atividade industrial do ponto de vista de: circulação dos colaboradores; fornecimento de matérias primas, insumos e distribuição de produtos para os consumidos; fluxo de caixa das empresas (crédito e adiamento da cobrança de tributos) e questões burocráticas (prorrogação da validade de licenças, por exemplo). Tudo isso, em última análise, com o objetivo de garantir que não haja qualquer risco de desabastecimento.

Tribuna - Qual a expectativa do PIB da Bahia para este ano?

Ricardo Alban - A estimativa é de queda de 6,4% do PIB baiano em 2020, o pior desde 2003.

Compartilhe       

 




Notícias Relacionadas

POLÍTICA | 05/07/2020 12:11 - Há 2 horas e 10 minutos
Lava-Jato chega ao momento mais crítico após contestações de Ara
Operação vem sendo contestada pelo procurador-geral Augusto Aras, mas integrantes da principal força-tarefa, a de Curitiba, garantem que não há desvios ou algo a ocultar

POLÍTICA | 05/07/2020 06:50 - Há 7 horas e 32 minutos
Sergio Moro critica Augusto Aras e teme ''revisionismo'' da Lava-Jato
Nos últimos dias, procuradores federais e a cúpula da PGR entraram em choque após Aras determinar diligência para o compartilhamento de dados da Lava-Jato no Paraná, em São Paulo e no Rio

POLÍTICA | 05/07/2020 06:50 - Há 7 horas e 32 minutos
Defesa apresenta novo pedido de liberdade para Queiroz
O recurso foi movido pelo advogado Paulo Emílio Catta Preta na semana passada e ainda aguarda apreciação da 3ª Câmara Criminal - a mesma responsável por dar foro privilegiado a Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ)

POLÍTICA | 04/07/2020 16:57 - Há 21 horas e 24 minutos
Em meio à pandemia, ministério da saúde completa 50 dias sem titular
A vaga é ocupada interinamente pelo general Eduardo Pazzuello e o presidente Jair Bolsonaro não tem dado nenhuma sinalização de que está em busca de um nome

POLÍTICA | 04/07/2020 10:22 - Há 1 dia, 3 horas e 59 minutos
Sem foro, investigação contra Weintraub por racismo vai para a 1ª instância
Integrantes do Judiciário já diziam, nos bastidores, acreditar que Weintraub poderia ser preso, o que vinha preocupando o ministro e aliados do governo


POLÍTICA | 04/07/2020 10:20 - Há 1 dia, 4 horas e 1 minuto
Olavistas e militares tentam impedir posse de Renato Feder no MEC
Olavistas e militares tentam fazer Bolsonaro desistir da intenção de colocar o secretário de Educação do Paraná à frente do ministério do setor. Argumentos são a ligação dele com críticos do presidente e denúncia de sonegação

POLÍTICA | 04/07/2020 06:40 - Há 1 dia, 7 horas e 42 minutos
Operação Faroeste: Supremo mantém prisão preventiva de seis investigados
Ministro entendeu que, desde a última revisão das prisões, não houve alteração relevante do quadro fático-jurídico que justifique relaxamento das medidas cautelares

POLÍTICA | 04/07/2020 06:40 - Há 1 dia, 7 horas e 42 minutos
Interferência na PF é impensável, mas autonomia não é soberania, diz Mendonça
Na reunião ministerial do dia 22 de abril, que se tornou pública após decisão da Justiça, Bolsonaro afirmou que não poderia "viver sem informação" e ser "surpreendido com notícias"

Mais sobre

POLÍTICA | 03/07/2020 16:07 - Há 1 dia, 22 horas e 14 minutos
Mansueto: Pela 1ª vez, governo está fazendo esforço para construir base política
O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, afirmou nesta sexta-feira, 3, que pela primeira vez o governo está fazendo um esforço para construir uma base política no Congresso, dando os primeiros passos nessa direção

POLÍTICA | 03/07/2020 10:44 - Há 2 dias, 3 horas e 38 minutos
Lava Jato: Justiça autoriza bloqueio de R$ 40 milhões em conta na Suíça ligada a José Serra
Senador e sua filha foram denunciados nesta sexta por lavagem de dinheiro

POLÍTICA | 03/07/2020 10:39 - Há 2 dias, 3 horas e 42 minutos
Bolsonaro veta uso obrigatório de máscara em templos e comércio
Presidente alegou 'violação de domicílio' para vetar a obrigatoriedade de máscaras em estabelecimentos comerciais, industriais, templos religiosos e demais locais fechados em que haja reunião de pessoas

POLÍTICA | 03/07/2020 10:37 - Há 2 dias, 3 horas e 44 minutos
Bolsonaro escolhe Renato Feder como novo ministro da Educação
Feder havia se reunido com Bolsonaro antes da escolha de Carlos Alberto Decotelli, que pediu demissão depois de denúncias sobre incoerências em seu currículo

POLÍTICA | 03/07/2020 10:29 - Há 2 dias, 3 horas e 52 minutos
“Se faltar leitos, teremos que decretar lockdown”, avisa Neto
O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), disse, ontem, que uma abertura irresponsável pode provocar “uma disseminação desenfreada do coronavírus”

POLÍTICA | 03/07/2020 06:30 - Há 2 dias, 7 horas e 52 minutos
Aras dá aval para Bolsonaro depor por escrito em inquérito sobre interferência na PF
Na manifestação, Aras cita um precedente no Supremo, quando o ministro Luís Roberto Barroso autorizou depoimento por escrito do então presidente Michel Temer em outro caso

POLÍTICA | 03/07/2020 06:30 - Há 2 dias, 7 horas e 52 minutos
Família Bolsonaro e seguidores ‘fogem’ do Twitter e aderem ao Parler
A página inicial do Parler diz que a rede é “imparcial” e com conteúdo moderado com base na Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos e na Suprema Corte daquele país

POLÍTICA | 03/07/2020 06:30 - Há 2 dias, 7 horas e 52 minutos
Projeto das fake news cria nova frente de disputa entre Câmara e Planalto
O presidente Jair Bolsonaro é contra a medida e já antecipou seu veto à proposta, caso seja aprovada

POLÍTICA | 03/07/2020 06:30 - Há 2 dias, 7 horas e 52 minutos
Governador conversa com prefeito de Itabuna após "morra quem morrer"
Uma declaração do prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (PTC), causou polêmica no meio político ontem

POLÍTICA | 03/07/2020 06:30 - Há 2 dias, 7 horas e 52 minutos
Rui sobre covid: "Quem despreza o adversário tende a ser derrotado"
O governador Rui Costa (PT) criticou o combate ao Covid-19 no Brasil na semana em que o vírus matou 60 mil brasileiros

POLÍTICA | 03/07/2020 06:30 - Há 2 dias, 7 horas e 52 minutos
Raio Laser - 03/07 - Produtividade
A Procuradoria-Geral da República (PGR) produziu ao longo do primeiro semestre deste ano 206.544 manifestações judiciais

POLÍTICA | 02/07/2020 16:44 - Há 2 dias, 21 horas e 38 minutos
MPRJ: STF remeter 'rachadinha' de Carlos Bolsonaro à 1ª instância é 'alento'
O Ministério Público do Rio (MPRJ) classificou como "um alento" a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que considerou inconstitucional o foro especial para vereadores do Estado do Rio

POLÍTICA | 02/07/2020 14:03 - Há 3 dias, 19 minutos
Congresso promulga emenda que adia eleições municipais para novembro
Brasileiros vão às urnas em 15 e 29 de novembro deste ano

POLÍTICA | 02/07/2020 13:58 - Há 3 dias, 23 minutos
Bolsonaro: Mercosul é parte das soluções para recuperação pós-pandemia
Em videoconferência, presidente participou de cúpula do bloco

POLÍTICA | 02/07/2020 13:54 - Há 3 dias, 27 minutos
Adiamento da eleição demonstra capacidade de 'diálogo institucional', diz Barroso
A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que adia as eleições municipais de outubro para novembro por causa da pandemia do novo coronavírus

POLÍTICA | 02/07/2020 10:19 - Há 3 dias, 4 horas e 2 minutos
ACM Neto sobe tom contra críticas: "Tenho espírito público e não de porco"
O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), rebateu as críticas que vem recebendo por atrasar a reabertura do comércio na capital

POLÍTICA | 02/07/2020 10:18 - Há 3 dias, 4 horas e 3 minutos
Bolsonaro diz que educação 'está horrível' e que pode escolher novo ministro hoje
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (2) que a situação da educação brasileira está "horrível". Em conversa com apoiadores, na saída do Palácio da Alvorada, pela manhã

POLÍTICA | 02/07/2020 10:16 - Há 3 dias, 4 horas e 5 minutos
“Governo agiu pesado para Lei das Fake News não ser aprovada”
O senador Angelo Coronel afirmou que o governo Bolsonaro “agiu pesado” para impedir que a legislação das fake news fosse aprovada

POLÍTICA | 02/07/2020 10:15 - Há 3 dias, 4 horas e 6 minutos
Especialista crê que eleição em Salvador será decidida em 2º turno
Carlos Zacarias acredita que a eleição na capital baiana não deve ser decidida no primeiro turno

POLÍTICA | 02/07/2020 06:30 - Há 3 dias, 7 horas e 52 minutos
Governador e Prefeito participam de ato simbólico
O governador Rui Costa participa do hasteamento da bandeira ao lado do prefeito ACM Neto

POLÍTICA | 02/07/2020 06:30 - Há 3 dias, 7 horas e 52 minutos
STF permitiu ao Brasil enfrentar pandemia "ao menos na área jurídica"
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, fez ontem um balanço das atividades da Corte no primeiro semestre do ano

POLÍTICA | 02/07/2020 06:30 - Há 3 dias, 7 horas e 52 minutos
PGR continuará busca de dados sigilosos da Lava Jato
A nota da PGR destaca que, a pedido do chefe da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, em fevereiro de 2015, Moro autorizou compartilhamento de provas e informações

POLÍTICA | 02/07/2020 06:30 - Há 3 dias, 7 horas e 52 minutos
Celso acelera ação da Rede contra foro de Flávio Bolsonaro
No despacho, o decano adota o rito abreviado da Corte e abre espaço de dez dias para a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro enviar informações sobre o caso

POLÍTICA | 02/07/2020 06:30 - Há 3 dias, 7 horas e 52 minutos
Câmara aprova em 1º turno texto-base para adiamento
A Câmara aprovou o texto-base de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que adia as eleições para novembro

POLÍTICA | 02/07/2020 06:30 - Há 3 dias, 7 horas e 52 minutos
Raio Laser - 02/07 - Adiamento e prazos
Sob a batuta de Rodrigo Maia (DEM-RJ), a Câmara dos Deputados aprovou ontem em primeiro turno o texto-base da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que adia as eleições municipais de outubro para novembro deste ano

POLÍTICA | 01/07/2020 17:14 - Há 3 dias, 21 horas e 8 minutos
Em conflito com lava jato, PGR diz que modelo de forças-tarefa é incompatível
A manifestação foi assinada pelo vice-procurador-geral, Humberto Jacques, nesta terça-feira, 30, ao rejeitar a prorrogação do empréstimo de dois procuradores com dedicação exclusiva para trabalhar na força-tarefa da Greenfield

POLÍTICA | 01/07/2020 13:14 - Há 4 dias, 1 hora e 7 minutos
PGR abre apuração por fala de Eduardo Bolsonaro sobre 'momento de ruptura'
Deputado ainda não é formalmente investigado. Declaração foi dada após operação da PF

POLÍTICA | 01/07/2020 13:11 - Há 4 dias, 1 hora e 10 minutos
STF e democracia emergem fortalecidos, diz Toffoli antes do recesso da Corte
Presidente do Supremo afirmou que período foi de desafios, mas também de união e diálogo

POLÍTICA | 01/07/2020 13:08 - Há 4 dias, 1 hora e 14 minutos
Reitor do ITA está bem cotado para assumir o Ministério da Educação
O nome do atual reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Anderson Correa, tornou-se o mais forte para assumir o Ministério da Educação (MEC) depois da saída de Carlos Decotelli

POLÍTICA | 01/07/2020 13:04 - Há 4 dias, 1 hora e 17 minutos
'Não vai vingar esse projeto de fake news', afirma Bolsonaro
Texto aprovado no Senado nesta terça busca combater a produção e a disseminação organizada de conteúdo falso. Projeto ainda precisa passar pela Câmara e ser sancionado por Bolsonaro para virar lei