'Reforma tributária tem de ser a mais ampla possível', diz relator

Ribeiro não quis adiantar qual será a fonte de financiamento da desoneração, mas disse que não é um imposto aos moldes da antiga CPMF

Tribuna da Bahia, Salvador
27/07/2020 06:30 | Atualizado há 27 dias, 6 horas e 35 minutos

   
Foto: Reprodução

Depois do envio da proposta do governo de criar um imposto para fundir PIS/Cofins, o relator da comissão mista da reforma tributária, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), disse que a mudança no sistema tributário "não pode ser pequena". Segundo ele, o acerto é fazer uma reforma ampla, como já está previsto nas propostas que tramitam na Câmara e no Senado.

Ribeiro afirmou que para o setor de serviços, considerado o mais prejudicado com o projeto enviado pelo governo, é melhor como contrapartida uma proposta que inclua a redução dos impostos pagos sobre os salários dos funcionários, já que o segmento não consegue abater crédito pelo modelo proposto pelo governo. Ribeiro não quis adiantar qual será a fonte de financiamento da desoneração, mas disse que não é um imposto aos moldes da antiga CPMF.

A seguir, os principais trechos da entrevista concedida ao Estadão:

Qual será a estratégia depois do envio da proposta do governo?

Vamos pegar as três propostas na comissão mista Meu pessoal está analisando e vai entregar na segunda-feira (amanhã). Temos uma reação muito grande de vários setores à proposta do Guedes.

Essas críticas ao projeto mudam os planos?

Para mim, não. Não muda muita coisa porque sempre tenho defendido uma reforma ampla, que é o que está posto na PEC 45 (da Câmara dos Deputados) e na PEC 110 (Senado) e ir além.

É possível ampliar a base de contribuição com uma nova CPMF?

Não estamos tratando de CPMF. Até porque, não foi colocada.

O sr. é contra ou favor à volta da CPMF?

Por convicção, eu sou contra aumentar a carga tributária do País. Eu sou a favor da redistribuição dela. Como é que faz? Redistribui aumentando a base. É esse o trabalho que vamos fazer. É por isso que a reforma tem de ser ampla. Não pode ser uma reforma pequena. Se ela for pequena, vai recair sob determinado setor. É o que a gente não quer. Se fizermos uma reforma pequena, vamos terminar fazendo uma mudança de carga setorial.

Os municípios não querem essa reforma ampla?

São os municípios grandes. Não os pequenos. Estamos trabalhando no texto e vamos construir o diálogo (com os grandes) para ver o que precisa corrigir em relação ao impacto que acreditam que terão. Mas isso estará contemplado no fundo de compensação. Que é exatamente para prever uma possível perda e calibrar com o prazo de transição.

O setor de serviços ficará mais tranquilo se a reforma for ampla?

Nós precisamos enfrentar esse momento com soluções estruturais. O que o País espera de nós é que possamos enfrentar os nossos problemas com mudanças estruturais. Não adianta fazer uma reforma que não enfrente as distorções que temos. Por essa razão, se tratarmos, por exemplo, de tributação indireta no consumo sem enfrentar o ICMS (imposto estadual), não vamos resolver as questões de conflitos estaduais. Não vamos resolver os problemas que hoje contribuem para o sistema complexo que temos. É mais razoável do ponto de vista político, inclusive, que utilizemos essa energia para aprovar uma reforma mais ampla. Talvez não seja aquela que o Brasil precisa, uma radical, em matérias como essa o bom senso manda a gente ser prudente, mas vamos ser ousados no que, do ponto de vista estrutural, pode modernizar mais o nosso País.

A indústria defende a reforma porque paga mais hoje e o setor de serviços está insatisfeito. Como sair desse impasse?

No nosso relatório, estamos construindo uma alternativa via desoneração, buscando as fontes necessárias para que possam custear. Não no modelo de desoneração geral, que tem um custo muito alto, mais de R$ 300 bilhões. Fizemos um debate com a Frente Parlamentar de Serviços. Temos na semana que vem reuniões marcadas para avançarmos na construção de uma alternativa para a parte do setor de serviços, que tem mão de obra mais intensiva (a proposta de reforma apresentada pelo governo aumenta a carga tributária para essas empresas).

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Estadão Conteúdo

Compartilhe       

 




Mais sobre

ECONOMIA | 15/09/2020 06:30 - Há 8 dias, 6 horas e 35 minutos
Campo de Lula será rebatizado como Tupi após determinação da ANP, diz Petrobras

ECONOMIA | 14/09/2020 15:10 - Há 8 dias, 21 horas e 54 minutos
Ainda acreditamos que é possível acoplar IVA federal com estadual, diz Guedes

ECONOMIA | 14/09/2020 06:30 - Há 9 dias, 6 horas e 35 minutos
Governo avalia congelar aposentadorias para bancar Renda Brasil

ECONOMIA | 11/09/2020 06:30 - Há 12 dias, 6 horas e 35 minutos
Guedes cobra explicações do Ministério da Justiça sobre 'monitoramento de preços'

ECONOMIA | 09/09/2020 14:13 - Há 13 dias, 22 horas e 52 minutos
Queda do PIB neste ano será ainda menor do que a esperada, diz Guedes

ECONOMIA | 09/09/2020 13:55 - Há 13 dias, 23 horas e 10 minutos
Reforma administrativa pode ter impacto de R$ 300 bi em 10 anos, diz Guedes

ECONOMIA | 08/09/2020 14:23 - Há 14 dias, 22 horas e 42 minutos
'Esperamos que o gás caia, 20%, 30%. pelo menos', diz Guedes a youtuber mirim

ECONOMIA | 08/09/2020 06:30 - Há 15 dias, 6 horas e 35 minutos
'Previsão é a derrubada do veto negociada', diz líder do governo sobre desoneração da folha

ECONOMIA | 07/09/2020 06:50 - Há 16 dias, 6 horas e 15 minutos
BC lança na terça-feira iniciativas voltadas para a sustentabilidade

ECONOMIA | 06/09/2020 06:50 - Há 17 dias, 6 horas e 15 minutos
Marinho diz não ter como dar subsídio de 90% a casa popular

ECONOMIA | 05/09/2020 06:40 - Há 18 dias, 6 horas e 25 minutos
"Orientação de Guedes é ter agenda que mude o Brasil", diz Waldery sobre atrito com Maia

ECONOMIA | 03/09/2020 15:26 - Há 19 dias, 21 horas e 38 minutos
Reforma: proposta permite a Bolsonaro extinguir órgãos públicos via decreto

ECONOMIA | 03/09/2020 15:20 - Há 19 dias, 21 horas e 45 minutos
Bolsonaro: Brasil não pode continuar se endividando; R$300 é muito para quem paga

ECONOMIA | 03/09/2020 11:19 - Há 20 dias, 1 hora e 45 minutos
Reforma administrativa: governo propõe fim da estabilidade para parte de novos servidores

ECONOMIA | 02/09/2020 14:23 - Há 20 dias, 22 horas e 42 minutos
Nota de R$ 200 com lobo-guará é apresentada e já começa a circular

ECONOMIA | 01/09/2020 19:19 - Há 21 dias, 17 horas e 46 minutos
'Queromos trocar o cruel pelo feioso', diz Guedes sobre imposto sobre transações

ECONOMIA | 01/09/2020 10:33 - Há 22 dias, 2 horas e 32 minutos
Auxílio emergencial terá mais 4 parcelas de R$ 300

ECONOMIA | 01/09/2020 06:30 - Há 22 dias, 6 horas e 35 minutos
Brasil deve voltar a ter superávit primário entre 2026 e 2027, diz Funchal

ECONOMIA | 31/08/2020 16:43 - Há 22 dias, 20 horas e 21 minutos
Nota de R$ 200 começa a circular nesta quarta, diz Banco Central

ECONOMIA | 31/08/2020 06:30 - Há 23 dias, 6 horas e 35 minutos
Caixa credita hoje saque emergencial para nascidos em setembro

ECONOMIA | 30/08/2020 06:40 - Há 24 dias, 6 horas e 25 minutos
Líder do Centrão diz que Bolsonaro anunciará prorrogação do auxílio na terça

ECONOMIA | 29/08/2020 06:30 - Há 25 dias, 6 horas e 35 minutos
Guedes admite que fim do abono é 'passar da base de trabalhadores para quem está pior'

ECONOMIA | 27/08/2020 14:28 - Há 26 dias, 22 horas e 37 minutos
Sem cortes, benefício se assemelha ao Bolsa Família

ECONOMIA | 27/08/2020 10:15 - Há 27 dias, 2 horas e 50 minutos
'Imposto sobre transações não vai ser só sobre digital', diz Vanessa Canado

ECONOMIA | 26/08/2020 12:32 - Há 28 dias, 33 minutos
'Nova CPMF' incidiria sobre todas as transações da economia, diz governo

ECONOMIA | 26/08/2020 06:30 - Há 28 dias, 6 horas e 35 minutos
Para Renda Brasil chegar a R$ 300, é preciso cortar deduções do IR, diz Guedes

ECONOMIA | 25/08/2020 15:37 - Há 28 dias, 21 horas e 28 minutos
Governo lança programa habitacional com foco no Norte e Nordeste

ECONOMIA | 25/08/2020 06:30 - Há 29 dias, 6 horas e 35 minutos
Presidente do BC fala em limite para Selic

ECONOMIA | 23/08/2020 13:33 - Há 30 dias, 23 horas e 32 minutos
Bolsonaro repete que governo não consegue manter auxílio de R$ 600

ECONOMIA | 23/08/2020 06:40 - Há 6 horas e 25 minutos
Guedes prepara pacote de Renda, obras e 'desengessamento' do Orçamento