Projeção de crescimento do crédito em 2020 sobe para 11,5%

Aumento decorre da demanda acentuada para empresas

Tribuna da Bahia, Salvador
24/09/2020 13:40 | Atualizado há 4 dias, 10 horas e 16 minutos

   

O Banco Central (BC) aumentou a projeção para a expansão do crédito este ano de 7,6% para 11,5%. A estimativa consta do Relatório de Inflação, divulgado hoje (24), em Brasília.

“O aumento decorre, principalmente, da demanda acentuada de crédito das empresas, que vem sendo atendida tanto pela expansão do crédito livre como pelo crédito direcionado, no último caso voltado principalmente para as empresas de menor porte”, disse o BC.

As modalidades de empréstimos são divididas em dois tipos: o crédito livre e o direcionado. No caso do crédito livre, os bancos têm autonomia para emprestar o dinheiro captado no mercado e definir as taxas de juros cobradas dos clientes. Já o crédito direcionado tem regras definidas pelo governo, destinados, basicamente, aos setores habitacional, rural, de infraestrutura e ao microcrédito.

Empresas

A projeção para o crescimento do crédito livre para as empresas passou de 15,6%, previstos em junho, para os atuais 20%. “No segmento de recursos livres para pessoas jurídicas, o ajuste na projeção para 2020 se fundamenta pelas condições mais acessíveis de financiamento, com destaque para a taxa de juros na mínima histórica, e pela melhora nas expectativas de recuperação da atividade econômica”, afirma o BC.

No caso dos empréstimos com recursos direcionados para as pessoas jurídicas, a projeção de crescimento subiu ainda mais: de 1% para 11%. Segundo o banco, a nova estimativa reflete o efeito dos programas emergenciais de crédito para as empresas.

Pessoas físicas

Para o Banco Central, os empréstimos a pessoas físicas livres devem apresentar desaceleração em 2020, influenciada, entre outros fatores, pela modalidade cartão de crédito à vista, “fortemente afetada pela queda nos gastos dos consumidores de alta renda”.

A projeção para o ritmo de expansão do crédito livre para as famílias em 2020 foi mantida em 6,5%.

O crescimento esperado dos financiamentos às famílias com recursos direcionados foi revisado de 5% para 9,5%. “As concessões de financiamentos imobiliários, principal modalidade do grupo, surpreenderam positivamente, apresentando evolução positiva após abril, impulsionadas pela queda nas taxas de juros. As renegociações e as postergações nos pagamentos de parcelas também contribuíram para o crescimento do saldo de crédito no primeiro semestre”, afirmou o relatório.

Crédito em 2021

A projeção do BC para o crescimento do crédito em 2021 é de 7,3%, “desempenho liderado pela retomada do crédito às pessoas físicas (9%), e que incorpora desaceleração do crédito às empresas (5,1%)”.

“Para as famílias, levando-se em conta perspectiva de melhora no mercado de trabalho, espera-se crescimento de 10% do saldo de crédito com recursos livres, enquanto as operações com recursos direcionados devem registrar crescimento de 7,7%, influenciadas pela redução das renegociações e postergações de parcelas no segmento imobiliário”, destacou o BC.

Acrescentou que o desempenho do crédito às pessoas jurídicas com recursos livres “deve apresentar forte desaceleração em 2021 (8%), motivada pela normalização da atividade econômica e pela necessidade de desalavancagem [redução do endividamento] das empresas”.

Segundo o Banco Central, a retomada de emissões de dívidas corporativas fora do Sistema Financeiro Nacional “deve propiciar fonte alternativa de financiamento para as grandes empresas, favorecendo o movimento de desaceleração do crédito bancário”.

O saldo de crédito para empresas com recursos direcionados “deve registrar desaceleração e manter-se estável em 2021, o que sinaliza retorno ao perfil de expansão do crédito anterior à pandemia, mais concentrado nas operações com recursos livres”. 

“Importante observar que ambas as desacelerações devem ser avaliadas considerando forte efeito da base de comparação, de modo que a expansão do crédito seguirá sendo relevante na fase de recuperação da economia”, disse o BC.

Contas externas

No relatório, o Banco Central também traz projeção para transações correntes, que são as compras e vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda do Brasil com outros países. A projeção de déficit em transações correntes foi reduzida de US$ 13,9 bilhões para US$ 10,2 bilhões (0,7% do Produto Interno Bruto – PIB) ao final deste ano. “O principal fator para a revisão é a melhora nos valores esperados para as exportações, que apresentaram nos últimos meses resultado acima do anteriormente projetado”, especificou o relatório.

A projeção para os investimentos diretos no país (IDP) passou de US$ 55 bilhões para US$ 50 bilhões. A previsão de saída de investimentos estrangeiros em fundos de investimento e ações negociadas em bolsas brasileiras e no exterior passou de US$ 16 bilhões para US$ 16,5 bilhões. E a estimativa de saída de investimentos em títulos no país foi alterada de US$ 13 bilhões para US$ 16,5 bilhões.

Projeções para 2021

Para 2021, o déficit em transações correntes deve chegar a US$ 16,7 bilhões (1,1% do PIB). “Essa projeção reflete aumento das despesas líquidas em serviços e renda primária [lucros e dividendos, pagamentos de juros e salários], parcialmente compensado por melhora no saldo comercial”, diz o BC.

O BC espera recuperação nas entradas líquidas de IDP, em linha com crescimento do PIB no ano, atingindo US$ 65,2 bilhões (4,3% PIB).

Compartilhe       

 




Mais sobre

ECONOMIA | 14/10/2020 06:30 - Há 14 dias, 17 horas e 27 minutos
Governo prorroga até dezembro programa que permite redução de jornada e salário

ECONOMIA | 13/10/2020 12:45 - Há 15 dias, 11 horas e 11 minutos
Ação da Defensoria quer que BC retire notas de R$ 200 de circulação

ECONOMIA | 08/10/2020 14:26 - Há 20 dias, 9 horas e 31 minutos
Campos Neto diz que resposta fiscal foi maior em países com orientação de direita

ECONOMIA | 03/10/2020 06:40 - Há 25 dias, 17 horas e 17 minutos
"É uma irresponsabilidade furar o teto", diz Guedes

ECONOMIA | 01/10/2020 15:09 - Há 27 dias, 8 horas e 47 minutos
'Não tem de onde tirar', diz Mourão sobre recursos para Renda Cidadã

ECONOMIA | 01/10/2020 06:30 - Há 27 dias, 17 horas e 27 minutos
Governo vai prorrogar redução de jornada e salário, afirma Guedes

ECONOMIA | 30/09/2020 16:47 - Há 28 dias, 7 horas e 9 minutos
Guedes diz que governo não usará precatórios para bancar o Renda Cidadã

ECONOMIA | 30/09/2020 06:30 - Há 28 dias, 17 horas e 27 minutos
Secretário do Tesouro descarta uso de ‘contabilidade criativa’

ECONOMIA | 29/09/2020 06:30 - Há 29 dias, 17 horas e 27 minutos
Auxílio emergencial: pagamento das parcelas de R$ 300 começa na quarta

ECONOMIA | 28/09/2020 15:48 - Há 8 horas e 9 minutos
Líder do governo diz que ainda não há acordo sobre segunda fase da reforma tributária

ECONOMIA | 28/09/2020 15:45 - Há 8 horas e 12 minutos
Renda Cidadã substitui Bolsa Família e contará com precatórios e Fundeb

ECONOMIA | 28/09/2020 06:30 - Há 17 horas e 27 minutos
Com pandemia e plano travado, leilões do governo ficam para 2021 e 2022

ECONOMIA | 27/09/2020 06:50 - Há 1 dia, 17 horas e 7 minutos
Guedes se reúne com líder do governo na Câmara para debater reforma tributária

ECONOMIA | 25/09/2020 14:22 - Há 3 dias, 9 horas e 34 minutos
Petrobras inicia venda de dois campos de petróleo de águas profundas

ECONOMIA | 25/09/2020 11:08 - Há 3 dias, 12 horas e 48 minutos
Governo tenta fechar reforma tributária e discute acordo para nova CPMF

ECONOMIA | 23/09/2020 14:20 - Há 5 dias, 9 horas e 37 minutos
Guedes diz que Brasil precisa de 'tributos alternativos' para desonerar empresas

ECONOMIA | 23/09/2020 11:25 - Há 5 dias, 12 horas e 31 minutos
Auxílio de R$ 300: governo deve divulgar calendário até segunda, diz Onyx

ECONOMIA | 23/09/2020 06:30 - Há 5 dias, 17 horas e 27 minutos
Ministério da Economia prevê rombo de R$ 861 bi em 2020

ECONOMIA | 22/09/2020 06:30 - Há 6 dias, 17 horas e 27 minutos
BB: Rubem Novaes apresenta carta de renúncia com efeito a partir de hoje

ECONOMIA | 18/09/2020 14:08 - Há 10 dias, 9 horas e 48 minutos
Guedes é condenado a pagar R$ 50 mil por comparar servidores a parasitas

ECONOMIA | 17/09/2020 15:07 - Há 11 dias, 8 horas e 49 minutos
Governo indica Weintraub para mais 2 anos no Banco Mundial

ECONOMIA | 17/09/2020 10:58 - Há 11 dias, 12 horas e 58 minutos
Fábio Faria reafirma desejo de privatizar Correios

ECONOMIA | 17/09/2020 06:30 - Há 11 dias, 17 horas e 27 minutos
Guedes faz reunião de mais de 4 h após divergências no governo

ECONOMIA | 15/09/2020 15:47 - Há 13 dias, 8 horas e 9 minutos
Guedes diz que 'cartão vermelho' de Bolsonaro não foi para ele

ECONOMIA | 15/09/2020 06:30 - Há 13 dias, 17 horas e 27 minutos
Campo de Lula será rebatizado como Tupi após determinação da ANP, diz Petrobras

ECONOMIA | 14/09/2020 15:10 - Há 14 dias, 8 horas e 46 minutos
Ainda acreditamos que é possível acoplar IVA federal com estadual, diz Guedes

ECONOMIA | 14/09/2020 06:30 - Há 14 dias, 17 horas e 27 minutos
Governo avalia congelar aposentadorias para bancar Renda Brasil

ECONOMIA | 11/09/2020 06:30 - Há 17 dias, 17 horas e 27 minutos
Guedes cobra explicações do Ministério da Justiça sobre 'monitoramento de preços'

ECONOMIA | 09/09/2020 14:13 - Há 19 dias, 9 horas e 43 minutos
Queda do PIB neste ano será ainda menor do que a esperada, diz Guedes

ECONOMIA | 09/09/2020 13:55 - Há 19 dias, 10 horas e 1 minuto
Reforma administrativa pode ter impacto de R$ 300 bi em 10 anos, diz Guedes