Líder de governo Bolsonaro na Câmara diz que Constituição tornou o Brasil 'ingovernável'

Ao comentar votação no Chile, Ricardo Barros defende plebiscito no País e afirma que a Carta brasileira 'só tem direitos e é preciso que o cidadão tenha deveres com a Nação'

Tribuna da Bahia, Salvador
27/10/2020 06:30 | Atualizado há 28 dias, 23 horas e 8 minutos

   
Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), defendeu a realização de um plebiscito para que os cidadãos brasileiros decidam sobre a elaboração de uma nova Constituição, sob o argumento de que a Carta Magna transformou o Brasil em um “País ingovernável”. Barros citou como exemplo o Chile, que foi às urnas no domingo, 25, e definiu que uma nova Assembleia Constituinte deverá ser eleita para a criação de uma nova constituição do país.

“Eu pessoalmente defendo nova assembleia nacional constituinte, acho que devemos fazer um plebiscito, como fez o Chile, para que possamos refazer a Carta Magna e escrever muitas vezes nela a palavra deveres, porque a nossa carta só tem direitos e é preciso que o cidadão tenha deveres com a Nação”, disse Barros ontem em um evento chamado "Um dia pela democracia”.

O deputado, que representa os interesses do governo federal na Câmara dos Deputados, disse que a Constituição tornou o País “ingovernável”, ao afirmar que o Brasil hoje tem uma “situação inviável orçamentariamente". "Não temos mais capacidade de pagar nossa dívida, os juros da dívida não são pagos há muitos anos, a dívida é só rolada e com o efeito da pandemia cresceu muito, e esse crescimento nos coloca em risco na questão da rolagem da dívida”, disse. Emendas à Constituição, segundo ele, não são o suficiente. “A nossa Constituição, a Constituição cidadã, o presidente (José) Sarney já dizia quando a sancionou, que tornaria o país ingovernável, e o dia chegou, temos um sistema ingovernável, estamos há seis anos com déficit fiscal primário, ou seja, arrecadamos menos do que gastamos, não temos capacidade mais de aumentar a carga tributária, porque o contribuinte não suporta mais do que 35% da carga tributária, e não demos conta de entregar todos os direitos que a Constituição decidiu em favor de nossos cidadãos”, disse.

O outro problema, na visão do parlamentar, é que “o poder fiscalizador ficou muito maior que os demais” e, por isso, seria necessário também “equilibrar os Poderes” no país. O deputado, que é alvo de investigações do Ministério Público Federal, diz que é preciso punir quem apresentar denúncias sem prova. Conhecido crítico à Operação Lava Jato, Barros acrescentou que, apesar de ser um desejo dos brasileiros, o combate à corrupção não pode ser feito “cometendo crimes”. O deputado disse também ser a favor do parlamentarismo. “Seria um regime de governo muito mais efetivo, que nos permitiria ajustar rapidamente as crises, retomar mais rapidamente o rumo quando existe um impasse, mas vamos ainda lutar por isso”, disse.

O discurso do deputado foi feito em evento organizado pela Academia Brasileira de Direito Constitucional (ABDConst), que contou com a presença de ministros do Supremo Tribunal Federal, do ministro da Economia, Paulo Guedes, e de juristas. Integrante do Centrão, deputado federal por seis legislaturas e ex-ministro da Saúde de Michel Temer, Ricardo Barros foi nomeado como líder em agosto, no lugar de Major Vitor Hugo (PSL-GO).


Estadão Conteúdo

Compartilhe       

 




Mais sobre

POLÍTICA | 23/11/2020 12:50 - Há 1 dia, 16 horas e 47 minutos
Bolsonaro ignora testes encalhados do governo e culpa Estados e municípios

POLÍTICA | 23/11/2020 11:29 - Há 1 dia, 18 horas e 9 minutos
"DEM e PT vivem dilema de falta de nomes fortes para disputar eleições"

POLÍTICA | 23/11/2020 06:30 - Há 1 dia, 23 horas e 8 minutos
PGR vai investigar campanha de desinformação contra TSE feita por deputados bolsonaristas

POLÍTICA | 23/11/2020 06:30 - Há 1 dia, 23 horas e 8 minutos
Parlamentares cobram governo sobre testes perto da validade

POLÍTICA | 23/11/2020 06:30 - Há 1 dia, 23 horas e 8 minutos
Governo estuda reeditar MP que dispensa a publicação de balanços em jornais

POLÍTICA | 23/11/2020 06:30 - Há 1 dia, 23 horas e 8 minutos
Depois de 16 anos, Brasil voltará a presidir G-20 em 2024

POLÍTICA | 23/11/2020 06:30 - Há 1 dia, 23 horas e 8 minutos
Grupos fraudam app e inventam mudança de votos para desacreditar urnas

POLÍTICA | 23/11/2020 06:30 - Há 1 dia, 23 horas e 8 minutos
Raio Laser - 23/11 - Investigação a opositores

POLÍTICA | 22/11/2020 06:30 - Há 2 dias, 23 horas e 8 minutos
MP do Rio descobriu que Flávio Bolsonaro omitiu da RF R$ 90 mil em ações

POLÍTICA | 22/11/2020 06:30 - Há 2 dias, 23 horas e 8 minutos
Feira: Rui Costa anuncia novos aliados para campanha de Zé Neto

POLÍTICA | 22/11/2020 06:30 - Há 2 dias, 23 horas e 8 minutos
Bolsonaro diz que tensões raciais são importadas e ‘alheias’ à história do país

POLÍTICA | 21/11/2020 12:02 - Há 3 dias, 17 horas e 36 minutos
ACM Neto e Bruno Reis vão à Conquista para frear Zé Raimundo

POLÍTICA | 21/11/2020 06:30 - Há 3 dias, 23 horas e 8 minutos
Wagner se diferencia de Rui e admite que errou ao defender pulverização

POLÍTICA | 21/11/2020 06:30 - Há 3 dias, 23 horas e 8 minutos
Senador diz que ACM Neto “saiu forte” das eleições municipais

POLÍTICA | 21/11/2020 06:30 - Há 3 dias, 23 horas e 8 minutos
Boulos lança frente com apoio de Lula e Ciro contra Covas

POLÍTICA | 21/11/2020 06:30 - Há 3 dias, 23 horas e 8 minutos
Mourão: assassinato no supermercado não foi racismo, porque não existe racismo no Brasil

POLÍTICA | 20/11/2020 12:03 - Há 4 dias, 17 horas e 34 minutos
Feira de Santana: Arimateia e Geilson apoiam Colbert; Dayane fica neutra

POLÍTICA | 20/11/2020 12:01 - Há 4 dias, 17 horas e 36 minutos
Briga entre Zé Raimundo e Gusmão recomeça acirrada

POLÍTICA | 20/11/2020 12:00 - Há 4 dias, 17 horas e 38 minutos
PSD endurece discurso contra o governo de Rui Costa após eleições

POLÍTICA | 20/11/2020 06:30 - Há 4 dias, 23 horas e 8 minutos
Secretaria de Saúde defende apuração após operação da Polícia Federal

POLÍTICA | 20/11/2020 06:30 - Há 4 dias, 23 horas e 8 minutos
Ibama na Bahia cancela multa e libera obras de resort

POLÍTICA | 19/11/2020 16:52 - Há 5 dias, 12 horas e 46 minutos
Guedes recebeu Alcolumbre para discutir 'calamidade' no Amapá

POLÍTICA | 19/11/2020 16:47 - Há 5 dias, 12 horas e 50 minutos
Aras diz que iniciou apuração da reunião de Heleno e Ramagem com defesa de Flávio

POLÍTICA | 19/11/2020 12:04 - Há 5 dias, 17 horas e 33 minutos
Aliados defendem que Bolsonaro se filie a partido do Centrão

POLÍTICA | 19/11/2020 06:30 - Há 5 dias, 23 horas e 8 minutos
Subsídios podem bancar programa de renda, diz Bezerra

POLÍTICA | 19/11/2020 06:30 - Há 5 dias, 23 horas e 8 minutos
Raio Laser - 19/11 - 2º turno

POLÍTICA | 18/11/2020 15:32 - Há 6 dias, 14 horas e 5 minutos
ACM Neto não descarta apoio a Bolsonaro em 2022

POLÍTICA | 18/11/2020 12:19 - Há 6 dias, 17 horas e 18 minutos
‘Educação e transporte público são desafios para Bruno Reis’

POLÍTICA | 18/11/2020 12:18 - Há 6 dias, 17 horas e 19 minutos
Menor, oposição vai se reunir para decidir futuro na CMS

POLÍTICA | 18/11/2020 12:17 - Há 6 dias, 17 horas e 21 minutos
Geraldo tem votos para ser reeleito na presidência da Câmara de Salvador