Tragédia de Mariana: MP de Minas Gerais rejeita contas de fundação

Foram encontradas inconsistências em relação ao modelo de governança

Tribuna da Bahia, Salvador
20/02/2021 17:35 | Atualizado há 12 dias, 6 horas e 32 minutos

   
Foto: Antônio Cruz / Agência Brasil

O Ministério Público de Minas Gerais rejeitou as contas prestadas pela Fundação Renova referentes ao exercício de 2019. A fundação atua na reparação dos danos da tragédia do rompimento de uma barragem da Samarco no município mineiro de Mariana, ocorrida em 5 de novembro de 2015.

Na decisão, tomada nessa sexta-feira (19), o MP acolheu o parecer da Controladoria do Centro de Apoio Operacional do Terceiro Setor que constatou falta de autonomia da entidade, desvio de finalidade, salários exorbitantes de dirigentes, relações empregatícias espúrias, entre outras irregularidades.

De acordo com o parecer, foram encontradas inconsistências em relação ao modelo de governança da fundação, como pagamentos de valores exorbitantes na remuneração de seus dirigentes, a exemplo da diretora de Planejamento e Gestão.

A diretora é citada duas vezes nos registros empregatícios da Relação Anual de Informações Sociais da entidade, com remunerações diferentes, nos valores de R$ 639.866,70 e R$ 375.600,25, totalizando uma remuneração anual superior a R$ 1 milhão.

A promotoria verificou ainda que a declaração retificadora das contas referentes ao exercício de 2019, a Fundação Renova não apresentou a solução para as irregularidades contábeis apontadas na análise feita pela Controladoria do Centro de Apoio Operacional do Terceiro Setor.

Para o Ministério Público, os salários dos dirigentes da entidade são “absurdamente desproporcionais ao rendimento médio de mercado para as respectivas profissões, o que gera perplexidade em se tratando de instituição sem fins lucrativos e com finalidade de reparar gravíssimos danos causados por suas instituidoras e mantenedoras à vida humana, à saúde, ao meio ambiente e à sociedade em geral”.

Ainda de acordo com o MP, foi constatada a falta de autonomia e independência da fundação por meio da entrada em seus quadros de pessoas que trabalhavam pra a mantenedoras da Renova.

“É grave o fato de a Fundação Renova ter sido criada para funcionar como uma instância extrajudicial de acesso à justiça na reparação integral dos danos causados pelas instituidoras e mantenedoras e funcionar sem a autonomia devida e com sérios e graves desvios de finalidade”, diz o MP.

Em nota, a Renova declara que não foi notificada da decisão do Ministério Público e que seus processos são acompanhados e fiscalizados por auditorias externas independentes.

“Os processos da instituição são acompanhados e fiscalizados, permanentemente, por auditorias externas independentes. Além disso, os documentos relacionados à atuação da Fundação Renova e a prestação de contas de suas atividades são publicados em seu site”, diz a fundação.

Criada em 2016, a Fundação Renova atua na reparação dos danos das vítimas do rompimento de uma barragem da Samarco, no município mineiro de Mariana. A tragédia deixou 19 mortos e causou impactos sociais, econômicos e ambientais em diversos municípios da Bacia do Rio Doce, até a foz no Espírito Santo.

A entidade foi criada conforme termo de transação e ajustamento de conduta (TTAC) firmado pela Samarco, suas acionistas Vale e BHP Billiton, o governo federal e os governos de Minas Gerais e do Espírito Santo. Na época, o Ministério Público estadual e o federal (MPF) foram contra os termos negociados.

O modelo de reparação adotado pela Renova tem sido alvo de críticas e acabou sendo rejeitado pelo governo mineiro e pelo MPMG, nas negociações para a reparação das famílias atingidas por outro rompimento de barragem de Brumadinho, em 2019.

O rompimento da barragem da Vale causou 270 mortes e impactou diferentes cidades por onde passa o Rio Paraopeba. Fechado no início do mês, o acordo de R$37 bilhões adotou outro modelo de governança para a reparação.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe       

 




Mais sobre

CIDADE | 03/03/2021 16:00 - Há 1 dia, 8 horas e 7 minutos
Homem é flagrado invadindo greja no Rio Vermelho

CIDADE | 03/03/2021 14:44 - Há 1 dia, 9 horas e 23 minutos
R$ 3 mil e entorpecentes apreendidos com líder de grupo criminoso

CIDADE | 03/03/2021 13:03 - Há 1 dia, 11 horas e 4 minutos
Bahia tem zero autuação em 13° dia de toque de recolher

CIDADE | 03/03/2021 09:58 - Há 1 dia, 14 horas e 9 minutos
Faculdade disponibiliza mais de 100 cursos de extensão EAD gratuitos

CIDADE | 02/03/2021 18:25 - Há 2 dias, 5 horas e 42 minutos
Associação Baiana de Advogados Trabalhistas solicitam suspensão das audiências telepresenciais

CIDADE | 02/03/2021 18:20 - Há 2 dias, 5 horas e 47 minutos
MP solicita à Justiça circulação de 100% da frota de ônibus em Salvador

CIDADE | 02/03/2021 17:52 - Há 2 dias, 6 horas e 15 minutos
Shoppings devem solicitar novamente liberação para drive-thru

CIDADE | 02/03/2021 17:14 - Há 2 dias, 6 horas e 53 minutos
TRE-BA retoma divulgação de notícias da Justiça Eleitoral por meio de blog

CIDADE | 02/03/2021 16:49 - Há 2 dias, 7 horas e 18 minutos
Cardeal Dom Sergio da Rocha envia carta ao Clero orientando obre o agravamento da pandemia

CIDADE | 02/03/2021 15:39 - Há 2 dias, 8 horas e 28 minutos
Cinco coletes balísticos apreendidos em Sussuarana

CIDADE | 02/03/2021 15:30 - Há 2 dias, 8 horas e 37 minutos
Restrições em Salvador e RMS seguem até às 5h de segunda-feira (08)

CIDADE | 02/03/2021 13:48 - Há 2 dias, 10 horas e 19 minutos
Acordo suspende renovação de frota de transportes particulares até 2022

CIDADE | 02/03/2021 10:59 - Há 2 dias, 13 horas e 8 minutos
Interior concentra 85% dos autuados por desrespeito a decreto

CIDADE | 02/03/2021 10:29 - Há 2 dias, 13 horas e 38 minutos
Elat/Inpe divulga levantamento inédito do maior número de raios registrados em um dia em cada município

CIDADE | 02/03/2021 10:18 - Há 2 dias, 13 horas e 49 minutos
Instituto CCR e CCR Metrô Bahia abrem inscrições para projeto inédito de capacitação para pequenos negócios

CIDADE | 02/03/2021 10:00 - Há 2 dias, 14 horas e 7 minutos
Prefeitura se prepara para a temporada de chuvas

CIDADE | 02/03/2021 06:00 - Há 2 dias, 18 horas e 7 minutos
Justiça confirma processo contra sargento acusado de atuar na Casa da Morte

CIDADE | 01/03/2021 20:52 - Há 3 dias, 3 horas e 15 minutos
Anvisa alerta para uso do nome da agência em golpes de estelionato

CIDADE | 01/03/2021 20:18 - Há 3 dias, 3 horas e 49 minutos
Vice-prefeita Ana Paula Matos alerta para golpe usando seu nome

CIDADE | 01/03/2021 19:06 - Há 3 dias, 5 horas e 1 minuto
Mundo Pet oferta vagas de emprego em Salvador

CIDADE | 01/03/2021 18:25 - Há 3 dias, 5 horas e 42 minutos
Atendimentos virtuais do SAC Empresarial ficarão suspensos até amanhã (02)

CIDADE | 01/03/2021 18:16 - Há 3 dias, 5 horas e 51 minutos
Decreto estadual prorroga alteração no funcionamento no Ceasa e mercados do Estado até o dia 03

CIDADE | 01/03/2021 14:55 - Há 3 dias, 9 horas e 12 minutos
Loteria: começam hoje as apostas para a Dupla de Páscoa

CIDADE | 01/03/2021 14:06 - Há 3 dias, 10 horas e 1 minuto
Trinta e seis estabelecimentos são interditados em Salvador por descumprir medidas

CIDADE | 01/03/2021 13:38 - Há 3 dias, 10 horas e 29 minutos
Prefeitura intensifica higienização do transporte público e estações

CIDADE | 01/03/2021 11:42 - Há 3 dias, 12 horas e 24 minutos
Polícia flagra mais 18 pessoas desrespeitando toque de recolher

CIDADE | 01/03/2021 06:00 - Há 3 dias, 18 horas e 7 minutos
Restringir contatos e lockdown para conter o coronavírus recomendam especialistas

CIDADE | 28/02/2021 20:40 - Há 4 dias, 3 horas e 27 minutos
Funcionamento de atividades não essenciais segue suspenso por mais 48h em quase toda Bahia

CIDADE | 28/02/2021 14:40 - Há 4 dias, 9 horas e 27 minutos
Secretário da Saúde do Estado da Bahia recebe alta

CIDADE | 28/02/2021 14:00 - Há 4 dias, 10 horas e 7 minutos
Google oferece capacitação profissional gratuita para mulheres