Ponto de Vista: Uma menina chamada Saudade

Por Cláudia Colavolpe*

Tribuna da Bahia, Salvador
22/02/2021 06:30 | Atualizado há 29 dias, 16 horas e 5 minutos

   

Era uma vez uma menina chamada Saudade. Filha do Amor e da Amizade, Saudade sempre foi muito querida por todos.

Muitas vezes as pessoas sentiam que ela era muito especial e tinham dificuldade para defini-la. Isso porque o carinho por ela era tão imenso que a dimensão do que provocava se tornava difícil de descrever.

As pessoas que conheciam Saudade, vale dizer, eram consideradas privilegiadas por aquelas que não tinham Saudade em sua vida.

Andar de mãos dadas com a querida Saudade era ter a certeza de que há um sentido maior na vida e de que a essência humana está nos sentimentos que a nutrem. 

Saudade, concebida e criada pelos maiores dos sentimentos, de vez em quando ficava como o coração apertado de tanta vontade de estar com aqueles que lhe eram queridos. Nessas horas, ela dava logo um jeitinho para chegar junto, provocando momentos tão incríveis com eles, que, ao se ausentar, neles alimentava ainda mais a vontade de vê-la novamente.

Não apenas ter Saudade ao lado, mas também provocar os sentimentos de Saudade é um grande mérito para alguém, um verdadeiro privilégio. 

Saudade, essa eterna menina imortal, não tem um endereço fixo ou único. Saudade habita no nosso coração e é por meio dele que nos encontra, nos emociona e nos transforma.

Dizem por aí que o seu dia é 30 de janeiro. Na verdade, o seu dia é todo dia, pois ela sempre se faz presente para os que têm motivos para senti-la por perto.

Muitos, entretanto, em vão, evitam senti-la por achar que provoca dor. O fato é que ela faz parte de nossas memórias e, quanto mais distante estiver o que parece causar dor, mais perto está a Saudade, pois ela é o que fica do que ou de quem não pôde ficar ou não pode estar no momento.

Já dizia o poeta que Saudade é uma “torrente de paixão, emoção diferente que aniquila a vida da gente. Uma dor que não sei de onde vem”.

No entanto, conhecendo profundamente a nobre Saudade, permito-me discordar um pouco do poeta. Se a dor hoje existe é porque algo de muito bom um dia existiu e marcou. Tanto marcou que nos deixou você, querida Saudade. 

Assim, entendo que essa dor não de todo aniquila, mas nutre e mantém viva a chama do que um dia foi tão bom. 

Felizes dos que têm a experiência do convívio com a doce Saudade, pois, por mais que alguns a considerem dolorosa ou nostálgica, ela nos reconecta com o que um dia nos fez bem e isso, de certo modo, nos faz voltar no tempo, permitindo rememorar e sentir de novo o sentimento vivido anteriormente.

Desse modo, quero alimentar sempre a Saudade que em mim habita. Não quero, como alguns, matá-la. O momento do encontro deve abrandá-la, nutrindo-a para que depois se torne ainda mais forte. 

Saber que o bem que faço ao outro faz com que ele ative a sua Saudade por mim dá todo o sentido para a minha vida. Isso é mais que belo, é profundo, é sublime, é grandioso!

Por isso, quero continuar trilhando o meu caminho, deixando uma enorme Saudade como rastro, ao mesmo tempo que a carrego comigo, agradecendo aos meus amigos e familiares, frutos do amor e da amizade, o fato de serem a fonte da minha maior Saudade. 

Desse modo, quando a Saudade se fizer presente, quando senti-la, não recue, mas procure nutri-la da forma como puder. Ligue, marque um encontro, faça uma oração, se expresse e deixe a Saudade saber o lugar que ocupa em você.

Mas não se engane e esteja sempre atento. Saudade, mesmo com esse nome tão sonoro e belo, atende por outros nomes também, especialmente pelos daqueles que têm morada permanente no coração onde ela habita. A mim, por exemplo, entre outros nomes, ela atende por um forte e intenso, que, com muita propriedade, rima com amor: Leonor. Minha mãe sempre, ainda que em outra dimensão, representará o mais puro amor. E sobre você? Por qual nome atende a sua Saudade?

Cláudia Colavolpe é Psicóloga, Auditora de Contas Públicas e Coordenadora de Gabinete de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado da Bahia e escritora.

caucolavolpe@gmail.com

Compartilhe       

 




Mais sobre

COLUNISTAS | 19/04/2021 06:00 - Há 1 dia, 16 horas e 35 minutos
Ponto de Vista: Controles e descontroles

COLUNISTAS | 19/04/2021 06:00 - Há 1 dia, 16 horas e 35 minutos
Coluna Esplanada

COLUNISTAS | 17/04/2021 06:00 - Há 3 dias, 16 horas e 35 minutos
“Samba é baile de dois”: missão de Biden isola Bolsonaro

COLUNISTAS | 17/04/2021 06:00 - Há 3 dias, 16 horas e 35 minutos
Raio Laser - edição do dia - 17/04

COLUNISTAS | 17/04/2021 06:00 - Há 3 dias, 16 horas e 35 minutos
Ponto de Vista: Reorganizando nossas vidas

COLUNISTAS | 16/04/2021 06:00 - Há 4 dias, 16 horas e 35 minutos
Ponto de Vista: Buscam-se heróis

COLUNISTAS | 16/04/2021 06:00 - Há 4 dias, 16 horas e 35 minutos
Desconhecido Planeta Família

COLUNISTAS | 16/04/2021 06:00 - Há 4 dias, 16 horas e 35 minutos
Raio Laser - edição do dia - 16/04

COLUNISTAS | 16/04/2021 06:00 - Há 4 dias, 16 horas e 35 minutos
Entre a “miséra” e a “disgrama”

COLUNISTAS | 16/04/2021 06:00 - Há 4 dias, 16 horas e 35 minutos
Coluna Esplanada

COLUNISTAS | 16/04/2021 06:00 - Há 4 dias, 16 horas e 35 minutos
Janete Freitas - Edição do dia - 16/04

COLUNISTAS | 15/04/2021 06:00 - Há 5 dias, 16 horas e 35 minutos
Ponto de Vista: Capital da Amazônia Azul

COLUNISTAS | 15/04/2021 06:00 - Há 5 dias, 16 horas e 35 minutos
Como os deputados estão sabotando a democracia brasileira

COLUNISTAS | 15/04/2021 06:00 - Há 5 dias, 16 horas e 35 minutos
Raio Laser - edição do dia - 15/04

COLUNISTAS | 15/04/2021 06:00 - Há 5 dias, 16 horas e 35 minutos
Janete Freitas - Edição do dia - 15/04

COLUNISTAS | 15/04/2021 06:00 - Há 5 dias, 16 horas e 35 minutos
Coluna Esplanada

COLUNISTAS | 14/04/2021 06:00 - Há 6 dias, 16 horas e 35 minutos
Ponto de Vista: Auxílio emergencial é essencial

COLUNISTAS | 14/04/2021 06:00 - Há 6 dias, 16 horas e 35 minutos
Aonde querem chegar?

COLUNISTAS | 14/04/2021 06:00 - Há 6 dias, 16 horas e 35 minutos
Raio Laser - edição do dia - 14/04

COLUNISTAS | 14/04/2021 06:00 - Há 6 dias, 16 horas e 35 minutos
Coluna Esplanada

COLUNISTAS | 14/04/2021 06:00 - Há 6 dias, 16 horas e 35 minutos
Janete Freitas - Edição do dia - 14/04

COLUNISTAS | 13/04/2021 06:00 - Há 7 dias, 16 horas e 35 minutos
Ponto de Vista: A CPI da pandemia

COLUNISTAS | 13/04/2021 06:00 - Há 7 dias, 16 horas e 35 minutos
Um conceito em crise

COLUNISTAS | 13/04/2021 06:00 - Há 7 dias, 16 horas e 35 minutos
Carta aberta aos congressistas

COLUNISTAS | 13/04/2021 06:00 - Há 7 dias, 16 horas e 35 minutos
Raio Laser - edição do dia - 13/04

COLUNISTAS | 13/04/2021 06:00 - Há 7 dias, 16 horas e 35 minutos
Janete Freitas - Edição do dia - 13/04

COLUNISTAS | 13/04/2021 06:00 - Há 7 dias, 16 horas e 35 minutos
Coluna Esplanada

COLUNISTAS | 12/04/2021 06:00 - Há 8 dias, 16 horas e 35 minutos
Ponto de Vista: Maré de Março

COLUNISTAS | 12/04/2021 06:00 - Há 8 dias, 16 horas e 35 minutos
Roma é o perfil que Bolsonaro precisa para fazer palanque na Bahia

COLUNISTAS | 12/04/2021 06:00 - Há 8 dias, 16 horas e 35 minutos
Raio Laser - edição do dia - 12/04