Fique de olho nas ofertas para não levar o ovo mais caro

Nos mercados e feiras de Salvador, os valores da placa hoje variam entre R$17,00 até R$22,00

Tribuna da Bahia, Salvador
07/04/2021 10:00 | Atualizado há 12 dias, 3 horas e 16 minutos

   
Foto: Foto: Romildo de Jesus

Por: Cleusa Duarte

Sentindo a falta do carro do ovo? Pois é o que aconteceu com aqueles carros dirigidos por cidadãos que munidos de megafone gritavam no bairro ‘olha o carro do ovo, uma placa com 30 por R$9,00’. A farra acabou.  Quem não aproveitou a oportunidade vai ter que esperar um pouco mais. O preço do produto disparou após a chegada da pandemia do coronavírus. Nos mercados e feiras de Salvador, os valores da placa hoje variam entre R$17,00 até R$22,00 a depender do bairro, a dúzia já pode ser encontrada por R$7,00, se tiver sorte. 

O valor aumentou, apesar da produção de ovos da Bahia ter crescido em 31% no ano passado na comparação com 2019, segundo as Pesquisas Trimestrais da Produção Pecuária referentes ao ano de 2020, divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ainda esta semana novos dados estão previstos para serem divulgados sobre previsão de safra Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de março.  O estudo aponta que foram produzidas 58,3 milhões de dúzias de ovos no estado em 2020. Com o resultado, a Bahia atingiu recorde de produção em 19 anos, quando foi iniciada a série histórica do IBGE. O avanço de 31% na produção do alimento ocorreu após dois anos seguidos em queda e foi o maior crescimento percentual da série. Com um aumento absoluto de 13,7 milhões de dúzias em um ano, a Bahia foi o terceiro estado mais intenso entre os produtores, em 2020.

O movimento de alta nos preços dos ovos observado em fevereiro deste ano continuou firme nos primeiros dias de março. Com o avanço do mês, contudo, as vendas diminuíram um pouco, o que resultou em quedas nos valores de comercialização. Ainda assim, as médias de março atingiram recordes.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informa que a reposição de mercadoria após as festividades religiosas da Páscoa não apresentou expressividade. Com isso, os negócios realizados com ovos brancos e vermelhos foram efetivados nas mesmas bases em que abriu o mês de abril. O resultado são preços médios diários inferiores aos recebidos no mesmo período do ano passado. De toda forma, o mercado aguarda com expectativa os desdobramentos no consumo a partir do recebimento do auxílio governamental e dos salários no decorrer da semana.

Com as promoções e descartes efetuados nas últimas semanas as disponibilidades estão melhor ajustadas e a diferença de preços em relação às carnes também pode favorecer um giro maior do produto. Enfim, vários fatores concorrem para um bom andamento no mercado de ovos.

Exportações

De acordo com o portal da ABPA, levantamentos realizados mostram que as exportações brasileiras de ovos totalizaram 3,177 mil toneladas no primeiro bimestre de 2021. O número supera em 150,6% o volume embarcado no mesmo período do ano passado, com total de 1,267 mil toneladas. Em receita, as vendas do setor de ovos chegaram a US$ 4,128 milhões nos dois primeiros meses deste ano, resultado 152,8% maior em relação ao registrado no mesmo período de 2020, com US$1,633 milhões.

Considerando apenas o mês de fevereiro, as vendas do setor chegaram a 1,552 mil toneladas, número 247,9% superior ao efetivado no segundo mês do ano passado, com 446 toneladas. Em receita, o resultado de fevereiro chegou a US$2,099 milhões, saldo 172,8% maior que os US $769 mil realizados no mesmo período comparativo. Principal destino das exportações de ovos do Brasil, os Emirados Árabes Unidos foram destinos de 2,356 mil toneladas no primeiro bimestre deste ano, volume 209,7% superior ao registrado no mesmo período de 2020. Sem importações registradas em 2020, Serra Leoa assumiu o segundo lugar nas exportações brasileiras de ovos neste ano, com 103 toneladas embarcadas. No terceiro posto, o Japão importou 89,2 toneladas, número 103% maior, segundo o mesmo período comparativo. “A forte elevação das exportações em 2021 retoma os patamares de embarques praticados antes da pandemia. O saldo das vendas incrementa as divisas geradas pelo setor produtivo em um momento especialmente importante para o setor de ovos, com os fortes custos produtivos”, avalia Ricardo Santin, presidente da ABPA.

Expectativas

O movimento é acompanhado pelo aumento do consumo per capita, que passou de 168 unidades em 2013 para 230 unidades em 2019. A perspectiva deve continuar em 2021, especialmente pela tendência de redução do poder de compra do consumidor que, ao ver a elevação do valor da carne bovina, pode substituir o produto por ovos. O brasileiro deve consumir 265 unidades neste ano, o que representa uma elevação de 6% frente ao ano passado, segundo a ABPA.

Entretanto, os avicultores devem se preocupar com os custos de produção, que prometem ser um grande entrave para o setor em 2021. O milho e o farelo de soja devem continuar com os estoques baixos e as demandas aquecidas, tanto interna quanto externamente, pressionando os preços desses produtos para cima. A forte procura chinesa em conjunto com problemas na safra por questões climáticas pode manter o balanço mundial da soja apertado, mesmo com a esperada produção recorde no Brasil. No caso do milho, a incerteza quanto à produtividade das lavouras e o bom ritmo de exportações podem impulsionar as cotações.  Mas a situação não preocupa somente a cadeira produtiva do ovo. Segundo o Itaú BBA, o alto custo das rações tem afetado todas as proteínas animais, como aves de corte, suínos, bovinos confinados, piscicultura e alguns sistemas de pecuária leiteira.

“Estamos comprando a placa do ovo por R$12,00, anteriormente se comprava até por R$9,00 no atacado. Os produtores alegam os altos custos da ração, do milho e da soja que alimentam as aves. Mas aqui na minha barraca eu aceito negociação com os clientes, ninguém fica sem ovo”, diz o comerciante ‘Jajá’, que tem banca na Ceasa e na Pituba e vende o produto na quantidade de preferência do freguês.

A nutricionista Olenka Moreschia lamenta, e diz que "o ovo rende e quase todas as receitas com proteínas levam ovos. Apesar de mais caro, ainda é um produto  mais acessível. É prático e enriquece a alimentação, pode ser usado em saladas, misturadas com farinha, frutas, batido, cozido. Enfim é  fonte de cálcio, ferro, potássio, zinco, magnésio, vitaminas A, D e do complexo B e selênio”.


Compartilhe       

 




Mais sobre

ECONOMIA | 16/04/2021 19:04 - Há 2 dias, 18 horas e 12 minutos
Mais de 40% dos contribuintes enviaram declaração do IR

ECONOMIA | 16/04/2021 18:56 - Há 2 dias, 18 horas e 20 minutos
Caixa pode fazer novas antecipações de saques do auxílio emergencial

ECONOMIA | 16/04/2021 18:54 - Há 2 dias, 18 horas e 22 minutos
General Silva e Luna é confirmado no comando da Petrobras

ECONOMIA | 16/04/2021 18:02 - Há 2 dias, 19 horas e 14 minutos
Saiba como declarar sua carta de crédito na reta final do Imposto de Renda

ECONOMIA | 16/04/2021 17:48 - Há 2 dias, 19 horas e 27 minutos
Cooperativas da agricultura familiar faturam R$ 44,7 milhões

ECONOMIA | 16/04/2021 14:39 - Há 2 dias, 22 horas e 36 minutos
Confira o novo calendário após o governo antecipar saque do auxílio

ECONOMIA | 16/04/2021 12:00 - Há 3 dias, 1 hora e 16 minutos
Petrobras publica edital de licitação para arrendamento de terminal de GNL na BA

ECONOMIA | 16/04/2021 08:56 - Há 3 dias, 4 horas e 20 minutos
Volume de Serviços na Bahia retraiu 1,8% em fevereiro

ECONOMIA | 16/04/2021 08:38 - Há 3 dias, 4 horas e 37 minutos
Grupo anuncia doação de R$ 30 mi à saúde pública

ECONOMIA | 15/04/2021 16:49 - Há 3 dias, 20 horas e 27 minutos
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

ECONOMIA | 15/04/2021 15:38 - Há 3 dias, 21 horas e 38 minutos
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

ECONOMIA | 15/04/2021 12:10 - Há 4 dias, 1 hora e 6 minutos
Eduardo Paes testa positivo para Covid-19 pela 2ª vez

ECONOMIA | 15/04/2021 10:39 - Há 4 dias, 2 horas e 37 minutos
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 40 milhões

ECONOMIA | 15/04/2021 10:00 - Há 4 dias, 3 horas e 16 minutos
Aplicativo com serviços exclusivos para profissionais de Direito será lançado

ECONOMIA | 15/04/2021 10:00 - Há 4 dias, 3 horas e 16 minutos
Editais municipais incentivam retomada econômica para empreendedores e startups

ECONOMIA | 15/04/2021 09:06 - Há 4 dias, 4 horas e 10 minutos
Prazo para antecipação do 13º de aposentados termina nesta quinta

ECONOMIA | 15/04/2021 08:21 - Há 4 dias, 4 horas e 55 minutos
Simm oferece 38 vagas de emprego nesta quinta-feira

ECONOMIA | 15/04/2021 07:50 - Há 4 dias, 5 horas e 26 minutos
Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em maio

ECONOMIA | 14/04/2021 18:10 - Há 4 dias, 19 horas e 5 minutos
Trabalhador terá dez dias para contestar auxílio emergencial negado

ECONOMIA | 14/04/2021 15:54 - Há 4 dias, 21 horas e 21 minutos
Guedes: Tirar R$ 18 bi do teto foi 'variante que escapou do laboratório'

ECONOMIA | 14/04/2021 14:00 - Há 4 dias, 23 horas e 16 minutos
Fiat confirma 10 dias de férias para 1,9 mil trabalhadores na fábrica de Betim

ECONOMIA | 14/04/2021 13:09 - Há 5 dias, 7 minutos
Vendas do varejo baiano crescem 1,6% em fevereiro

ECONOMIA | 14/04/2021 12:00 - Há 5 dias, 1 hora e 16 minutos
Decreto de Bolsonaro inclui Correios no Programa Nacional de Desestatização

ECONOMIA | 14/04/2021 11:00 - Há 5 dias, 2 horas e 16 minutos
Bitcoin chega à bolsa dos EUA e atinge recorde

ECONOMIA | 14/04/2021 10:58 - Há 5 dias, 2 horas e 17 minutos
Governo reduz percentual do biodiesel misturado ao óleo diesel

ECONOMIA | 14/04/2021 10:57 - Há 5 dias, 2 horas e 18 minutos
Confiança do empresário cai pelo quarto mês seguido

ECONOMIA | 14/04/2021 08:42 - Há 5 dias, 4 horas e 34 minutos
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 33 milhões

ECONOMIA | 14/04/2021 08:37 - Há 5 dias, 4 horas e 39 minutos
Mais de 620 mil micro e pequenas empresas foram abertas em 2020

ECONOMIA | 13/04/2021 16:49 - Há 5 dias, 20 horas e 27 minutos
Aplicativo Preço da Hora Bahia completa um ano com 430 mil usuários

ECONOMIA | 13/04/2021 16:02 - Há 5 dias, 21 horas e 14 minutos
Atendimento presencial da Receita Federal deve ser agendado