STF apura se Jefferson usou dinheiro do fundo partidário para divulgar fake news

A ordem foi dada no inquérito das fake news, que apura o disparo de notícias falsas, ofensas e ameaças contra ministros do STF e tem Roberto Jefferson como um dos investigados.

Tribuna da Bahia, Salvador
30/04/2021 15:27 | Atualizado há 8 dias, 7 horas e 58 minutos

   
Foto: Valter Campanato/ABr

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal federal (STF), pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que faça um "pente-fino" nas prestações de contas do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) nos últimos cinco anos. O objetivo do levantamento é verificar se houve repasses do fundo partidário a contas ligadas ao ex-deputado federal Roberto Jefferson, que dirige a legenda.

A ordem foi dada no inquérito das fake news, que apura o disparo de notícias falsas, ofensas e ameaças contra ministros do STF e tem Roberto Jefferson como um dos investigados. Moraes, relator das investigações, quer saber se o dinheiro foi usado para financiar "ataques ostensivos e reiterados às instituições democráticas e à própria democracia".

"Exemplos inúmeros relacionados ao agir do representado Roberto Jefferson, aos quais se somam tantos outros, que extrapolam os limites da liberdade de expressão, prestigiando a desinformação e atacando frontalmente as instituições democráticas e a honorabilidade de seus membros, além de grupos de imprensa", escreveu o ministro em despacho na semana passada. 

Investigação

STF apura se Jefferson usou dinheiro do fundo partidário para divulgar fake news

A ordem foi dada no inquérito das fake news, que apura o disparo de notícias falsas, ofensas e ameaças contra ministros do STF e tem Roberto Jefferson como um dos investigados.

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal federal (STF), pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que faça um "pente-fino" nas prestações de contas do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) nos últimos cinco anos. O objetivo do levantamento é verificar se houve repasses do fundo partidário a contas ligadas ao ex-deputado federal Roberto Jefferson, que dirige a legenda.

A ordem foi dada no inquérito das fake news, que apura o disparo de notícias falsas, ofensas e ameaças contra ministros do STF e tem Roberto Jefferson como um dos investigados. Moraes, relator das investigações, quer saber se o dinheiro foi usado para financiar "ataques ostensivos e reiterados às instituições democráticas e à própria democracia".

"Exemplos inúmeros relacionados ao agir do representado Roberto Jefferson, aos quais se somam tantos outros, que extrapolam os limites da liberdade de expressão, prestigiando a desinformação e atacando frontalmente as instituições democráticas e a honorabilidade de seus membros, além de grupos de imprensa", escreveu o ministro em despacho na semana passada.

Roberto Jefferson chegou a ser alvo de mandados de busca e apreensão e teve perfis nas redes sociais suspensos por determinação de Alexandre de Moraes no curso nas investigações. A cada diligência, o ex-deputado reagiu com críticas contundentes: chamou o STF de "Tribunal do Reich", em referência ao regime nazista, e classificou ordens de Moraes como "tirania" e "censura".

Antes disso, o aliado do governo recomendou ao presidente Jair Bolsonaro demitir todos os ministros do STF, ainda que não exista base legal para isso. Na sequência, postou uma foto no Twitter segurando uma arma e escreveu: "estou me preparando para combater o bom combate. Contra o comunismo, contra a ditadura, contra a tirania, contra os traidores, contra os vendilhões da Pátria. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos".

Também chegou afirmar, em entrevistas à imprensa, que Moraes foi advogado da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) antes de ser nomeado ao STF - o que lhe rendeu condenação em primeira instância por danos morais.

Ainda disse que os ministros do tribunal "não têm moral" e "formaram uma organização criminosa para a prática do crime de abuso de autoridade". "São lobistas ligados a empreiteiras, bancos, televisões, grandes escritórios de advocacia e partidos de esquerda", disse. "Oro todos os dias para que Deus quebre as mãos de Barroso, Fachin e Alexandre de Moraes. Deus me permita assistir sua derrota e execração aos olhos do povo brasileiro."

A decisão de Moraes foi tomada depois que o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) apresentou uma petição cobrando providências sobre o que chamou de "sistemática campanha de disseminação de fake news" nos perfis de Roberto Jefferson nas redes socais. Além do ofício ao TSE, o ministro notificou a Corregedoria e a Procuradoria Eleitoral para "adoção das medidas que entenderem cabíveis".

Defesa

A reportagem entrou em contato com a assessoria do partido, mas não teve resposta até o fechamento do texto. O espaço está aberto para manifestação.

Compartilhe       

 




Mais sobre

POLÍTICA | 08/05/2021 06:00 - Há 17 horas e 25 minutos
Elmar Nascimento acerta ida para o PSL da Bahia

POLÍTICA | 08/05/2021 06:00 - Há 17 horas e 25 minutos
João Roma reúne 27 prefeitos e deputados em evento em Salvador

POLÍTICA | 07/05/2021 16:59 - Há 1 dia, 6 horas e 26 minutos
Governador é vacinado contra a Covid-19

POLÍTICA | 07/05/2021 14:21 - Há 1 dia, 9 horas e 4 minutos
STF apura suspeita de ataque hacker e tira site oficial do ar

POLÍTICA | 07/05/2021 10:00 - Há 1 dia, 13 horas e 25 minutos
Justiça revoga prisão domiciliar do ex-deputado Eduardo Cunha

POLÍTICA | 07/05/2021 06:00 - Há 1 dia, 17 horas e 25 minutos
Hemorragia persiste e Bruno Covas se submete a radioterapia

POLÍTICA | 07/05/2021 06:00 - Há 1 dia, 17 horas e 25 minutos
Senadores propõem condução coercitiva após Pazuello faltar CPI e receber visita

POLÍTICA | 07/05/2021 06:00 - Há 1 dia, 17 horas e 25 minutos
Governo teme que Guedes fale demais na CPI da Covid

POLÍTICA | 07/05/2021 06:00 - Há 1 dia, 17 horas e 25 minutos
Queiroga admite que inflou dados de vacinas contratadas pela Saúde

POLÍTICA | 07/05/2021 06:00 - Há 1 dia, 17 horas e 25 minutos
Assembleia da Bahia renova calamidade pública de 23 municípios

POLÍTICA | 07/05/2021 06:00 - Há 1 dia, 17 horas e 25 minutos
"Ciro deveria parar de falar sobre Lula e o PT", avalia Gomes

POLÍTICA | 07/05/2021 06:00 - Há 1 dia, 17 horas e 25 minutos
Geddel e Temer são absolvidos em acusação da PGR

POLÍTICA | 07/05/2021 06:00 - Há 1 dia, 17 horas e 25 minutos
Lúcio diz que volta de Lula ao jogo dificulta eleição para ACM Neto

POLÍTICA | 06/05/2021 14:25 - Há 2 dias, 8 horas e 59 minutos
Câmara aprova projeto que prevê pagamento proporcional em pedágios

POLÍTICA | 06/05/2021 13:00 - Há 2 dias, 10 horas e 25 minutos
Clima esquenta em CPI após Queiroga evitar expor opinião sobre cloroquina

POLÍTICA | 06/05/2021 11:49 - Há 2 dias, 11 horas e 35 minutos
Advocacia pede soluções para sanar dificuldades de acesso ao Poder Judiciário

POLÍTICA | 06/05/2021 10:00 - Há 2 dias, 13 horas e 25 minutos
CCJ barra projeto que possibilitaria impeachment de ministros do STF

POLÍTICA | 06/05/2021 06:00 - Há 2 dias, 17 horas e 25 minutos
Vice-governador recebe vereadores de Ichu

POLÍTICA | 06/05/2021 06:00 - Há 2 dias, 17 horas e 25 minutos
Queiroga quer fechar novo contrato com Pfizer antes de ir à CPI

POLÍTICA | 06/05/2021 06:00 - Há 2 dias, 17 horas e 25 minutos
Eduardo Paes decide sair do DEM e ir para PSD de Kassab

POLÍTICA | 06/05/2021 06:00 - Há 2 dias, 17 horas e 25 minutos
Teich reclama de autonomia, mas poupa Bolsonaro por agravamento da Covid-19

POLÍTICA | 06/05/2021 06:00 - Há 2 dias, 17 horas e 25 minutos
Otto Alencar se solidariza com ex-ministro de Bolsonaro

POLÍTICA | 06/05/2021 06:00 - Há 2 dias, 17 horas e 25 minutos
Bruno garante que não há “interferência” na gestão

POLÍTICA | 06/05/2021 06:00 - Há 2 dias, 17 horas e 25 minutos
CredSalvador vai gerar de 3 a 5 empregos na capital

POLÍTICA | 06/05/2021 06:00 - Há 2 dias, 17 horas e 25 minutos
Bruno Reis apela para que professores retornem e critica sindicato

POLÍTICA | 05/05/2021 15:43 - Há 3 dias, 7 horas e 41 minutos
Em articulações para 2022, Lula vai se reunir com Pacheco em Brasília

POLÍTICA | 05/05/2021 13:58 - Há 3 dias, 9 horas e 26 minutos
Mais 1,6 milhão de títulos de eleitor são cancelados na Bahia

POLÍTICA | 05/05/2021 13:00 - Há 3 dias, 10 horas e 25 minutos
Teich diz que saiu por divergência sobre cloroquina e falta de autonomia

POLÍTICA | 05/05/2021 11:28 - Há 3 dias, 11 horas e 57 minutos
Bolsonaro lamenta morte de Paulo Gustavo

POLÍTICA | 05/05/2021 11:00 - Há 3 dias, 12 horas e 25 minutos
Câmara aprova PL que revoga Lei de Segurança Nacional