Confirmado: Passagem do ônibus e metrô a R$ 3,70

O reajuste foi confirmado pelo prefeito ACM Neto na noite de ontem (29), durante o Festival Virada Salvador


Tribuna da Bahia, Salvador
30/12/2017 09:53 | Atualizado há 13 dias, 1 hora e 34 minutos

   
Foto: Divulgação

Por Rayllanna Lima

A passagem de ônibus sofrerá acréscimo de R$ 0,10 a partir da próxima terça-feira (2). Atualmente de R$ 3,60, a tarifa será reajustada para R$ 3,70, conforme revelou o prefeito ACM Neto na noite de sexta-feira (29), durante o Festival Virada Salvador 2018. O valor será automaticamente adotado pelo metrô, devido a acordo entre a prefeitura e a CCR Metrô Bahia.

Os empresários não viram com bons olhos o reajuste. Antes da divulgação oficial da prefeitura, o novo valor da tarifa foi confirmado pela Associação das Empresas de Transporte de Salvador (Integra), que foi comunicada através de ofício. O assessor de relações sindicais do consórcio, Jorge Castro, informou à Tribuna que haverá uma tentativa de diálogo com a prefeitura.

“O setor está em uma grande crise, e essa tarifa só agrava. Não resolve o equilíbrio do sistema, conforme determina a constituição federal. Vamos ver com a prefeitura o que ela tem como proposta para reduzir os custos dos ônibus. Existe uma redução fortíssima da demanda, as pessoas não estão pegando onibus. Tem também o aumento fortíssimo no clandestino, e a prefeitura não toma nenhuma providência. A gente precisa fazer um reordenamento do processo, senão entraremos no caos”, analisou.

O secretário municipal e Mobilidade, Fábio Mota, rebateu a análise ratificando que a fiscalização contra o transporte clandestino está sendo feita, pontuando que 500 veículos já foram apreendidos praticando a irregularidade. “As pessoas não estão pegando onibus por causa da crise econômica. Ou seja, um contrato que era para transportar 28 milhões de pessoas, hoje está transportando 22 milhões. Veja que 32% da população da cidade se locomove a pé. a crise afetou todos”, afirmou.

De acordo com a Agência Reguladora e Fiscalizadora dos Serviços Públicos de Salvador (Arsal), responsável pela proposta do reajuste da tarifa de ônibus, o valor  é calculado com base no cálculo feito pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor (IPCA), levando em consideração os custos com manutenção dos veículos, bem como da variação anual do valor do combustível e preço do óleo diesel.


Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas