Credenciamento para mototaxistas será retomado a partir desta segunda (12)

Serão selecionadas pessoas físicas para a outorga de 2.938 autorizações para a exploração do Serviço do Transporte Individual de Passageiros com o uso de motocicletas


Tribuna da Bahia, Salvador
11/03/2018 07:30 | Atualizado há 12 dias, 18 horas e 13 minutos

   
Foto: Bruno Concha/Secom PMS

Começa nesta segunda-feira (12) a entrega de documentos para credenciamento de mototaxistas em Salvador. Serão selecionadas pessoas físicas para a outorga de 2.938 autorizações para a exploração do Serviço do Transporte Individual de Passageiros com o uso de motocicletas (Mototaxi). Os interessados devem se dirigir à sede da Coordenadoria de Táxis e Transportes Especiais (Cotae), no Vale dos Barris, nº 501, Barris, até o dia 12 de junho, com a documentação exigida em edital, disponível no site www.mobilidade.salvador.ba.gov.br.

Algumas das exigências do edital são cópia autenticada do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo em nome do interessado, cópia da Carteira de Habilitação na Categoria A, CPF, atestado médico de sanidade física e mental, emitido, no máximo, há 30 dias e Certidão Negativa Criminal. Até o momento, 720 condutores já se credenciaram, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob).

Segundo Fábio Mota, titular do órgão, a meta é preencher todas as vagas disponibilizadas nesta nova etapa. “Esse procedimento permite que tanto o usuário quanto o mototaxista tenha maior segurança, já que o permissionário que receber a autorização terá passado por todas as exigências, preenchido os requisitos legais do certame, o que possibilita o reconhecimento da profissão”, completou.

Motociclistas que querem atuar na profissão devem seguir as regras estabelecidas pelo Decreto Municipal 28.278, de 22 de fevereiro de 2017, que estabelece que, para transportar passageiros, é preciso estar habilitado na categoria A, no mínimo, há dois anos; a motocicleta (de até 250 cilindradas) deve ter, no máximo, cinco anos de uso, estar em nome do mototaxista e ser da cor amarela; além disso, os condutores devem utilizar todos os itens de segurança estabelecidos no decreto e ter curso de especialização sobre condução de passageiros em veículos motorizados de duas rodas.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas