Raio Laser - 16/5 - Animação

Animado com a receptividade a seu nome, o pré-candidato do PRTB ao governo, João Henrique, conta que sua legenda vem sendo assediada tanto por partidos da base do governador quanto do grupo do prefeito


Tribuna da Bahia, Salvador
16/05/2018 09:41 | Atualizado há 28 dias, 10 horas e 36 minutos

   
Foto: Reprodução

Animação

Animado com a receptividade a seu nome, especialmente no interior, onde diz que tem um exército de apoiadores fincados no funcionalismo, herdado de seu pai, o ex-governador João Durval, o pré-candidato do PRTB ao governo, João Henrique, conta que sua legenda vem sendo assediada tanto por partidos da base do governador Rui Costa (PT) quanto do grupo do prefeito ACM Neto (DEM), todos interessados em coligar-se para as eleições proporcionais (de deputados). Segundo João Henrique, nos últimos dias quatro legendas ligadas ao grupo de Rui teriam procurado o PRTB para discutir uma aliança, mesmo número de partidos alinhados ao prefeito de Salvador que a procuraram. Como não tem deputados eleitos, o PRTB pode eleger um parlamentar à Assembleia com cerca de 20 mil votos. Para deputado federal, são necessários 50 mil votos na legenda. Estaria o motivo da cobiça das demais legendas. 

Conversas

Além de vir conversando com o MDB, o PHS, do ex-assessor da Prefeitura Júnior Muniz, também entabulou conversas com o PRTB do pré-candidato a governador João Henrique. Mais um sinal de que o PHS topa coligação. O que na verdade o partido não deseja e fará tudo para evitar é integrar um chapão formado por todas as legendas do grupo do prefeito ACM Neto (DEM).

Candidata

A articulação política de Rui Costa (PT) parece ter finalmente encontrado a solução para o impasse decorrente da possível exclusão da senadora Lidice da Mata (PSB), da chapa do governador Rui Costa (PT). Lídice pode concorrer a deputada estadual e, se eleita, assumir o comando da Assembleia Legislativa com o apoio do governador, posto a partir do qual concorreria à Prefeitura de Salvador. 

Só ela

De acordo com fontes do governo, o acordo pelo qual Rui Costa apoiaria Lídice para deputada, para o comando da Assembleia e posteriormente para a Prefeitura de Salvador teria sido aprovado tanto por ele quanto pelo ex-governador Jaques Wagner. Depende, no entanto, da aprovação da própria parlamentar, que ainda não sinalizou se o aceita ou não.

Recuperação 

Deputados diziam ontem que a posse do ex-deputado Gerson Gabrielli no comando do MDB municipal é mais um sinal de que o deputado federal Lúcio Vieira Lima, verdadeiro cacique da legenda, está se recuperando e ao partido, devendo desempenhar papel importante na sucessão estadual, diferentemente do que o ocaso que os adversários previam para ele.

Referência

Com as obras já em fase final, o Instituto Couto Maia (Icom), nova unidade hospitalar da Secretaria da Saúde do Estado, referência em doenças infecto-contagiosas, foi visitado ontem por deputados da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa da Bahia. O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, conduziu os deputados pelas instalações, explicando como funcionarão os diversos setores como emergência, internação e centro de referência de imunobiológicos. 


Leia a Coluna completa na edição impressa do jornal ou na Tribuna Virtual (clicando na capa do jornal que está na home do site).

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas