Raio Laser - 17/5 - Flickr

A Justiça Eleitoral baiana anda rigorosa com os políticos no Estado. Agora, determinou a retirada de fotografias do governador Rui Costa da conta oficial do governo baiano na rede social Flickr


Tribuna da Bahia, Salvador
17/05/2018 09:01 | Atualizado há 28 dias, 7 horas e 12 minutos

   
Foto: Divulgação/Secom

A Justiça Eleitoral baiana anda rigorosa com os políticos no Estado. Agora, determinou a retirada de fotografias do governador Rui Costa da conta oficial do governo baiano na rede social Flickr. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TER), devem ser retiradas todas as fotos que contenham a exibição em primeiro plano da imagem de Rui Costa, bem como as que contenham placas com promoção e elogios ao governador. A decisão liminar atende à representação por propaganda eleitoral antecipada proposta, em 14 de maio, pela Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE) contra o Estado da Bahia, Rui Costa e o coordenador de Fotografia da Secretaria Estadual de Comunicação, Emmanuel Dias de Andrade.

Gás

Uma reportagem da Rede Globo mostrando o fracasso do BRT no Rio de Janeiro deu gás aos adversários da implantação do sistema em Salvador, tocado pela Prefeitura. O PT, que acompanha de perto as manifestações contra as obras, pretendia ontem, inclusive, reforçar a campanha contra o BRT, divulgando o vídeo da reportagem pelas redes sociais.

Reforma

A alegação da Polícia Federal de que caixa 2 da Odebrecht com dinheiro de obras da Petrobras financiou a reforma do sítio de Atibaia, atribuído ao ex-presidente Lula (PT), levou ontem petistas baianos a admitirem que, a cada dia que passa, fica ainda mais difícil a concessão de uma habeas corpus que lhe permita fazer campanha à Presidência.

Sem agregar

A informação de que o pré-candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, pode colocar em sua vice o ultra-direitista senador Magno Malta animou as esquerdas. O argumento é de que Bolsonaro demonstra que não consegue crescer na direção do centro, o que significa que deverá se manter restrito ao teto a que já teria chegado, conforme as pesquisas.

Prefeita

O Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão de ontem, julgou procedente o termo de ocorrência lavrado contra a prefeita de Cândido Sales, Elaine Pontes de Oliveira, por irregularidades na contratação direta, sem licitação, de serviços de transporte escolar e locação de veículos, no exercício de 2017, sob alegação inaceitável de que havia uma “situação emergência” no município. O custo total dos contratos, celebrados com uma única empresa, alcançaram o montante de R$2.015.159,96.

Aedes

Deixou vereadores assustados o Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRA), realizado entre os dias 09 e 13 de abril, apontando que o Índice de Infestação Predial em Salvador passou de 1,8% (janeiro/2018) para 2,7%, ou seja, a cada 100 imóveis visitados, aproximadamente três apresentaram focos do mosquito. O estudo revelou ainda que os depósitos preferenciais estão dentro dos domicílios como baldes, tonéis e outros recipientes utilizados para armazenamento de água. Uma sessão especial para discutir estes números deve ser convocada na Câmara na semana que vem para tratar do tema.


Leia a Coluna completa na edição impressa do jornal ou na Tribuna Virtual (clicando na capa do jornal que está na home do site).

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas