Hospital Humberto Castro Lima realiza mutirão de transplante de córneas nesta sexta (15)

A cirurgia de transplante de córneas é de curta duração, sendo realizada em até duas horas e o paciente tem previsão de alta no mesmo dia


Tribuna da Bahia, Salvador
13/06/2018 14:21 | Atualizado há 2 dias, 3 horas e 14 minutos

   
Foto: Reprodução/Uol

O Hospital Humberto Castro Lima, referência Norte e Nordeste em saúde ocular e prevenção da cegueira, realiza na próxima sexta-feira (15), um mutirão de transplantes de córnea, ação que integra a campanha "Rumo à Fila Zero", em parceria com o Banco de Olhos da Bahia. Todos os pacientes já estavam cadastrados na lista de espera pelos órgãos.

A cirurgia de transplante de córneas é de curta duração, sendo realizada em até duas horas e o paciente tem previsão de alta no mesmo dia.

Segundo dados do Ministério da Saúde (MS), a fila de espera pelo órgão na Bahia é de pouco mais de 700 pessoas. Em abril de 2017, quando a campanha "Rumo Fila Zero" foi lançada, os números ultrapassavam 1.300 pacientes. Ainda, segundo o MS, até maio deste ano, pouco mais de 9 mil pessoas aguardavam o transplante em todo o Brasil.

Além do mutirão, o HHCL vem atuando ativamente em parceria com o Banco de Olhos por meio de ações de conscientização com palestras e informativos direcionados à comunidade de colaboradores e pacientes do hospital, sempre destacando a importância tanto de se tornar um doador, quanto a sua família aceitar e autorizar a doação.

O transplante

A córnea é um tecido transparente, fino e resistente localizado na parte anterior do olho. Ela tem como funções principais transmitir luz; proteger o olho, funcionando como uma barreira para agentes externos, além de ser responsável refração, ou seja, o grau de visão do indivíduo.

O transplante de córneas é indicado quando há perda na transparência da córnea ou deformidade em sua curvatura (é a curvatura que define o grau de visão do paciente).


Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas