Otto Alencar defende PCdoB na composição

Segundo o senador, o PCdoB tem “mais legitimidade” para pleitear a primeira suplência do candidato ao Senado Jaques Wagner (PT), do que o PSB


Tribuna da Bahia, Salvador
22/06/2018 08:09 | Atualizado há 17 dias, 22 horas e 51 minutos

   
Foto: Reprodução

Por Raul Monteiro e Rodrigo Daniel Silva

Presidente do PSD na Bahia, o senador Otto Alencar disse, ontem, que o PCdoB tem “mais legitimidade” para pleitear a primeira suplência do candidato ao Senado Jaques Wagner (PT) do que o PSB da senadora Lídice da Mata. “Todos que estiveram desde o início apoiando a candidatura de Rui Costa, lá em 2014, têm mais legitimidade para disputar qualquer espaço na chapa do governador hoje”, afirmou o congressista, ao se referir ao fato de, naquele pleito, Lídice da Mata não apoiar o petista e ser candidata ao Palácio de Ondina.

Otto Alencar e Lídice da Mata travam uma guerra, nos últimos meses, para indicar o segundo nome que vai postular ao Senado na chapa do governador Rui Costa (PT). A socialista quer disputar a reeleição. Já o senador briga para que o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel, seja o postulante à Câmara Alta do Congresso Nacional.“Não estou acusando ninguém. Nem Lídice, nem Nilo, nem [Domingos] Leonelli. Ela não saiu em 2014 [candidata] a governadora? Pode sair agora [candidata avulsa ao Senado]. Não tem problema. É lamentável essas agressões todas contra mim e Coronel”, afirmou, ao ressaltar que Leonelli tem sido “porta-voz da senadora” nas críticas. “Mas não vou ficar respondendo”, frisou.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas