Estado derruba liminar que suspendia licitação do VLT

A obra é de iniciativa do Governo do Estado e tem o objetivo de contribuir com a mobilidade de Salvador


Tribuna da Bahia, Salvador
28/07/2017 09:35 | Atualizado há 22 dias, 23 horas e 0 minutos

   

A liminar que suspendia o edital de licitação para a implementação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Salvador foi derrubada ontem (27), após ação capitaneada pela Procuradoria Geral do Estado (PGE). O parecer favorável ao Estado permite a continuidade do processo licitatório. 

As empresas interessadas na concessão do VLT continuam com o prazo de 28 de agosto para entregar as propostas de construção e execução do modal na sede da BM&F Bovespa, localizada na rua XV de Novembro, nº 275, 1º andar, em São Paulo. De acordo com o secretário estadual da Casa Civil, Bruno Dauster, todas as exigências previstas no edital foram mantidas. Para ele, a implementação do VLT trará melhorias na mobilidade da capital baiana e os investidores podem ficar confortáveis para investir no modal. A obra é mais uma estratégia do Governo do Estado para melhorar a mobilidade urbana de Salvador. 

Recursos garantidos

O VLT vai substituir os trens do Subúrbio Ferroviário de Salvador. O transporte terá 19 quilômetros de extensão e 21 paradas, ligando a região do Comércio a Paripe. O percurso, de um extremo a outro, será realizado em 40 minutos, beneficiando mais de 100 mil pessoas por dia. 

O modal já possui recursos garantidos para a execução de todo projeto. Por meio de um chamamento público, já foi realizada a escolha da empresa financiadora do sistema, em condições estabelecidas pela Empresa Baiana de Ativos (Bahiainveste). O agente financiador selecionado foi o Fundo de Investimento Inglês Indico PLC, que firmou compromisso de financiar R$ 1,5 bilhão. 

Na modalidade de concorrência pública destinada à seleção da melhor proposta para contrato de Parceria Público-Privada (PPP), a licitação do VLT está aberta desde 3 de maio, quando o edital foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).


Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas